Sem problemas, Seleção Feminina bate a Polônia por 3 x 1

Pia Sundhage, Marta, Forminha, Debinha e companhia fecham com chave de ouro a segunda data Fifa no comando da sueca

Reprodução/TwitterREPRODUÇÃO/TWITTER

Na tarde dessa terça-feira (08/10/2019), o Brasil disputou partida amistosa com a seleção da Polônia, na casa delas, na Suzuki Arena, em Kielce. A lenda Formiga abriu o placar no início do jogo, Tamires ampliou e a Seleção acabou tomando um gol de cabeça no segundo tempo, mas Debinha fechou o caixão fazendo o 3º da Seleção.

Esta foi a segunda data Fifa de Pia Sundhage no comando do Brasil e desta vez ela saiu com aproveitamento de 100%. No duelo anterior, as brasileiras enfrentaram a Inglaterra e venceram por 2 x 1, com dois gols de Debinha.

O jogo
A Seleção Brasileira conseguiu abrir o placar no início da partida, aos 8 minutos: Andressa Alves cobrou escanteio da direita, Formiga se antecipou à marcação na pequena área e cabeceou no canto direito da goleira Kledrzynek.

No decorrer da etapa inicial, o Brasil assumiu o controle da partida tocando a bola e usando as laterais para tentar agredir a defesa polonesa. Do outro lado, as europeias sofreram com a linha de impedimento montada pela técnica Pia Sundhage, sempre deixando o ataque adversário em posição ilegal.

No fim do 1º tempo, com velocidade, a Polônia conseguiu encaixar alguns contra-ataques. A melhor oportunidade das europeias, no entanto, veio de uma cobrança de falta de Ewelina Kamczyk, defendida por Bárbara no canto direito.

2º tempo
Para a etapa final, Pia decidiu mudar um pouco o time. Saíram Poliana, Thaísa e Victoria para as entradas da Kathellen, Debinha e Luana. Logo no 2º minuto, a Luana teve a chance de ampliar em bobeada da defesa polonesa, mas chegou afobada demais. Bateu de primeira e a bola passou longe, por cima do gol.

No minuto seguinte, Debinha fez boa jogada pela direita, chegou próximo à linha de fundo e cruzou rasteiro para a área. A bola passou por todo mundo e ficou perfeita para Tamires que entrava na área. A lateral bateu de primeira e ela morreu no fundo das redes da goleiro Kledrzynek. Aos 7 minutos, o ataque polonês chegou bem e com espaço, mas Bárbara adiantou bem e tirou a bola dos pés da Ewa Pajor.

Na marca dos 12 minutos, a Polônia teve cobrança de falta pela direita e a bola foi na cabeça da Malgorzata Mesjasz. Ela teve liberdade para fazer o movimento cabeçada e diminuiu a diferença no placar para a Polônia. Aos 33 minutos, Ludmilla venceu da goleira dentro da área e cruzou à meia altura para Debinha, que sozinha e de cara pro gol, só precisou colocar o corpo para fazer o 3º da Seleção Brasileira.

GOOOOOOOOOOOOOOL! Mas QUE LAMBANÇA DA BANDEIRA, AMIGOS! Ela tinha dado impedimento. Mas jogada excelente (e LEGAL) da Ludmila pela direita, recebeu, girou, levou pra linha de fundo, cruzou e deu pra Debinha fazer o dela. Aliás, DEBIGOL!

Ludmila gira bonito, dá a assistência e Debinha manda pro gol: Polônia 1×3 Brasil

Vídeo incorporado

Fonte: Metropoles