Inter segura pressão do Athletico, ganha e retoma o 2° lugar no Brasileirão

Vice-líder do Brasileirão venceu o Athetico por 2 x 1 no Beira Rio, com grande atuação de Marcelo Lomba

DIVULGAÇÃO/INTER

Cruzamento na pequena área, Renato Kayser finaliza e Marcelo Lomba faz milagre. No rebote, Fabinho esbarra em nova defesaça. O relógio marcava 47 minutos e o Athletico-PR só não empatou pelo brilho do goleiro. Com triunfo sofrido, por 2 a 1, o Internacional retoma a vice-liderança do Brasileirão.

Graças ao desempenho ofensivo, o Inter cola novamente no Atlético-MG. São apenas dois pontos de diferença. Mas o futebol apresentado no Beira-Rio deixa uma dúvida no torcedor. O Inter não foi bem e caiu muito de rendimento na etapa final.

O Internacional entrou em campo sem a vice-liderança e ciente que os resultados na rodada não ajudaram. O time tinha a obrigação de ganhar após ver todos os concorrentes somarem os três pontos na rodada. Atlético-MG, Flamengo, São Paulo, Fluminense e Santos, os demais integrantes do G6, todos já haviam feito o dever de casa.

O Internacional precisou apenas de um ataque para tirar a pressão pelo resultado. Escanteio cobrado curto para Heitor cruzar na cabeça do artilheiro Thiago Galhardo. O atacante colorado chegou ao 13° gol, três de vantagem sobre o santista Marinho, na briga pela artilharia da competição. Na temporada já são 18 bolas nas redes adversárias.

O assustado Athletico-PR demorou para se ajustar. E só chegou pela primeira vez aos 25, com chute fraco de Léo Cittadini. O time paranaense ganhou apenas uma vez em 28 jogos no Beira-Rio. A final da Copa do Brasil de 2019. E sempre sofre jogando no estádio.

A situação piorou aos 35. O lateral Heitor cruzou e Abel Hernandez encobriu Jandrei, de cabeça. Segundo gol do Inter com assistência do lateral. O substituto de Saravia vem se destacando nos passes para gol. Já havia serviço Galhardo no jogo passado.

Os paranaenses renovaram o ânimo e os gaúchos foram preocupados aos vestiários. A paz poderia ser restabelecida aos 7. Abel Hernandez recebeu o cruzamento de Marcos Guilherme e, na pequena área, finalizou. Jandrei fez uma defesaça. O goleiro ainda seguraria firme o chute de Marcos Guilherme.

Foi um segundo tempo muito movimentado e com o placar aberto o tempo todo. Com enorme pressão nos minutos finais, o Athletico-PR podia ter saído com um resultado melhor. Em chute cruzado, Christian errou o alvo por pouco e lamentou não ter empatado. Ravanelli carimbou o travessão em cobrança de falta e Walter recebeu na marca do pênalti e mandou para fora.

O lance que definiu a dura vitória do Inter aconteceu aos 47 minutos. Com dois milagres em sequência, Marcelo Lomba salvou o time e garantiu os três suados pontos.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 x 1 ATHLETICO-PR

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Heitor (Rodinei), Victor Cuesta, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Lindoso, Praxedes (Musto), Patrick (William Pottker) e Marcos Guilherme; Abel Hernandez (D’Alessandro) e Thiago Galhardo (Yuri Alberto). Técnico – Eduardo Coudet.

GOLS – Thiago Galhardo, aos 6, Abel Hernandez, aos 35, e Renato Kayser, aos 41 do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araújo (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Heitor e D’Alessandro (Internacional).

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Fonte:  Metropoles