“Votei e votaria de novo”, diz Zezé após vídeo de Bolsonaro

Cantor afirmou que tentativa de imputar crime contra o presidente foi fracassada

Zezé Di Camargo Foto: Reprodução

Após a revelação do conteúdo da reunião ministerial entre o presidente Jair Bolsonaro e seus ministros, o cantor Zezé di Camargo resolveu se posicionar sobre a questão em suas redes sociais.

Em um vídeo de aproximadamente oito minutos, o artista afirmou que viu o registro completo da reunião e disse que o fato fortaleceu ainda mais Bolsonaro. Zezé também declarou que votaria no atual chefe de Estado novamente.

Leia também1 Vera Magalhães é detonada ao sugerir que China peça vídeo
2 Pres. da Caixa diz que “matava ou morria” se filha fosse presa
3 Confira os memes da reunião ministerial de Bolsonaro
4 JN conta número de palavrões ditos por Bolsonaro no vídeo
5 Bolsonaro: “Bonner está vendo o que é ter um filho caluniado”

– Não sou advogado do Bolsonaro, votei nele na eleição, votaria nele de novo, por minhas convicções e pela maneira que ele tem de pensar no Brasil – disse.

O cantor também falou sobre a independência entre os poderes da República e ressaltou que, na opinião dele, o Supremo Tribunal Federal tem trabalhado para enfraquecer o presidente Jair Bolsonaro.

– O que tá acontecendo no Brasil hoje, o STF tá legislando e, se brincar, vira Executivo também. O STF, hoje, deu uma prova absurda de que quer ser o único poder desse país, passando por cima de prerrogativas do presidente e do Congresso – protestou.

Zezé destacou que o vídeo não conseguiu provar nada contra o presidente e que as acusações acabaram fortalecendo ainda mais Bolsonaro.

– No meu entender, o que tentaram imputar ao presidente Bolsonaro nesse assunto foi um tiro na água. Vocês acabaram de fortalecer mais o presidente junto ao povo. Estão querendo crucificar o homem de qualquer jeito – completou.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News