Bolsonaro autoriza Execução da dívida da Globo de mais de R$ 1 Bilhão de impostos sonegados

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta terça feira(4) que o Ministério da justiça faça a  execução da dívida da Tv Globo por meio da justiça federal e da receita federal. Os valores referente aos impostos sonegados desde 2002 e o valor chega a mais R$ 1 Bilhão de reais.

A emissora tem 30 dias para efetuar o pagamento sob pena de ter os bens penhorados para o pagamento da dívida e perder a licença de transmissão podendo até sair do Ar. O ato será publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira.

A Receita Federal conclui que Globo usou onze empresas em paraísos fiscais para sonegar impostos pela compra de direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2002, 2006, 2010 e 2014. DARF, a ser recolhido por emissora de João Roberto Marinho e seus dois irmãos, é de R$ 358 milhões.

ENTENDA O CASO
As Organizações Globo montaram “uma intrincada engenharia”, que envolveu o uso de onze empresas abertas em paraísos fiscais, para sonegar impostos a ser recolhidos em razão da compra dos direitos da transmissão exclusiva da Copa do Mundo.

A empresa de João Roberto Marinho e seus dois irmãos procurou “disfarçar” essa aquisição em investimentos em participações acionárias em companhias no exterior. A conclusão está no Termo de Verificação e de Constatação Fiscal, datado de 25 de julho de 2006 e assinado pelo auditor Alberto Sodré Zile.

O auditor da Receita federal conclui que foram sonegados impostos a partir de uma base de cálculo de R$ 732,5 milhões. Os Darfs e multas correspondentes a nove operações, feitas desde junho de 2002, correspondem a R$ 358 milhões.

O funcionário da Receita apurou que a Globo usou nada menos que 11 empresas em paraísos fiscais no exterior para “disfarçar” a compra dos direitos da transmissão da Copa em participações em companhias estrangeiras.

A operação foi qualificada como “de intrincada engenharia” pelo auditor.

FOI BATER DE FRENTE COM O MITO, AGORA OU PAGA OU SAI DO AR!

ISSO A GLOBO NÃO MOSTRA! IH, E SE NÃO PAGAR, NÃO VAI MOSTRAR, É MAIS NADA!!!

Por: Richard Corrêa

Fonte: 1º Governo