Padrasto é acusado de espancar e matar menino de 2 anos

Crime teria ocorrido na frente da irmã da criança, de 4 anos. Preso, o suspeito disse que bateu porque o enteado pôs toco de cigarro na boca

ReproduçãoREPRODUÇÃO

O padrasto estava escondido em um hotel da cidade. E teria espancado o menino após a companheira, que está grávida, sair para uma consulta. “Ele confessou e alega que agrediu porque a criança estava colocando toco de cigarro na boca. Disse que deu alguns tapas na cabeça e que depois o garoto foi tomar banho, escorregou, caiu e passou mal”, disse o delegado Vitor Magalhães ao site G1.

Assim que ouviram o choro da criança, os vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros. O menino chegou a ser levado à Santa Casa de Catalão, mas sofreu seis paradas cardíacas e não resistiu. Após médicos e enfermeiros da unidade de saúde desconfiarem das lesões no corpo da vítima, a Polícia Militar foi acionada. O garoto tinha ferimentos nas costas, na cabeça e teve hemorragia cerebral, segundo os investigadores.

suspeito foi levado para o presídio de Catalão e deverá responder por homicídio doloso (com intenção de matar). Ele já tem passagens por tráfico de drogas e outro homicídio.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles