Daniel se junta a Prefeitos goianos e de outros estados brasileiros na XII Marcha dos Prefeitos, em Brasilia

Evento acontece até quinta-feira, 11, com a participação de gestores municipais de todos os estados Brasileiros. Presente ao encontro, Daniel do Sindicato, conversou com lideranças, participou de reunião com a bancada de deputados goianos e destacou a importância de se fazer um esforço concentrado para alcançar resultados positivos.

“O principal objetivo da Marcha é para que a distribuição dos recursos arrecadados pela União seja mais justa para que mais benefícios cheguem a todos os municípios”, afirmou Daniel, destacando importância da união entre os prefeitos para que o movimento tenha êxito.

ROYALTIES

Liderados pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, centenas de prefeitos realizaram uma manifestação em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF). A ação dos municipalistas pede que a Corte promova o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4917, que dispõe sobre os critérios de distribuição dos royalties do petróleo. Após a manifestação, o presidente do STF, Dias Toffoli, sinalizou que deve receber um grupo de gestores nesta quarta-feira, 10. Estarão presentes, além de Aroldi, representantes das cinco regiões do país.

O ato lembrou que a matéria aguarda avaliação do Supremo há 6 anos. De 2013 até 2018, o conjunto de Municípios e Estados brasileiros deixou de arrecadar mais de R$ 55 bilhões por meio do Fundo Especial do Petróleo (FEP).

MAIS RECURSOS

Ao discursar para os prefeitos o presidente Jair Bolsonaro prometeu apoiar um dos principais pleitos dos chefes de Executivo municipais: garantir o repasse de mais recursos da União às cidades. Ele destacou que há poucas verbas disponíveis, mas se disse disposto a dividir o montante também com os prefeitos, a quem pediu apoio para aprovar a reforma da Previdência.

“Conversei com o Paulo Guedes ontem. Dei o sinal verde. Vamos apoiá-los na majoração do fundo de participação dos municípios com uma emenda constitucional”, declarou o presidente, sendo ovacionado pela plateia e saudado por parte dos participantes do evento como “mito”, apelido pelo qual ficou conhecido durante a campanha.

Fonte: Facebook