Máscaras: GDF põe 300 fiscais nas ruas; brasiliense adere ao uso

Servidores de 10 órgãos atuantes na orientação e fiscalização obrigatória da utilização do protetor. Consciente, população não resiste e nenhuma multa foi aplicada

 AGÊNCIA BRASÍLIA   POR: RENATA MOURA | EDIÇÃO: RENATO FERRAZ

Boa parte da população do Distrito Federal está seguindo um risco ou um tratamento com saúde e tem máscaras usadas ao sair de casa. A constatação é de mais de 300 servidores de 10 órgãos do GDF, que estão nas ruas atuando com orientação e fiscalização da obrigatoriedade do protetor facial como medida preventiva de proliferação de novos coronavírus.

Segundo os técnicos da Secretaria de Governo, que coordena a distribuição das equipes nas cidades, cerca de 90% da população já está consciente da necessidade do equipamento. “Nesta segunda-feira (18), distribuímos 100 mil máscaras, e elas foram necessárias 70 mil. A adesão da população é muito grande ”, explica o secretário José Humberto Pires, responsável pela massa.

Pires que já não existe um coletivo consciente de um entendimento da necessidade de uso da máscara. “Não tivemos transtornos. Quem não estava usando, aceitou uma máscara de tecido e se prontificou a usar a mesma hora ”, descreve.

Não houve nem mesmo registro de autos de infração em função de descumprimento da lei. “Estivemos em regiões onde há grande concentração populacional – como Taguatinga, Ceilândia e Planaltina. Deu para perceber que a adesão está muito boa e precisamos continuar assim ”, afirma.

Na manhã desta terça-feira (19), o secretário de governo acompanhou parte das ações de fiscalização em Águas Claras.

O Distrito Federal registrou até o momento, 66 mortes motivadas pela infecção, além de 4.619 casos confirmados. Este total, 2.358 pessoas já estão recuperadas.

Nenhum ranking das localidades com maior número de contaminantes, incluindo o Plano Piloto, com 477 casos; seguido de Ceilândia, com 324; e de Águas Claras, com 273. O Sistema Penitenciário é outra preocupação para o governo. Nele, já foram identificados 547 casos.

Uma assepsia de células, viaturas, prédios da administração e parte externa dos presídios continua sendo feita pela Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) nesta semana.

EG NEWS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here