Lewandowski suspende medida provisória que adia reajuste da parcela de 2018

nbsp;Foi suspensa nesta segunda-feira (18/12) por meio de decisatilde;o liminar, uma medida provisoacute;ria do presidente Michel Temer que adiava o pagamento da parcela de janeiro de 2018 do reajuste de servidores puacute;blicos para 2019. O dispositivo da mesma MP que elevava de 11% para 14% a contribuiccedil;atilde;o previdenciaacute;ria dos funcionaacute;rios puacute;blicos federais que ganham acima de R$ 5,3 mil tambeacute;m foi suspenso.nbsp;Leia as uacute;ltimas notiacute;cias de Poliacute;ticanbsp;nbsp;A decisatilde;o do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorreu por meio de uma decisatilde;o liminar provisoacute;ria, que possui efeito imediato. Poreacute;m, a decisatilde;o do ministro ainda seraacute; submetida ao plenaacute;rio do STF.Fonte: Correio Braziliense rss