Gilmar Mendes concede prisão domiciliar a Adriana Ancelmo

nbsp;O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)nbsp;Gilmar Mendes decidiunbsp;nesta segunda-feira (18/12) que a ex-primeira dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo deve voltar a cumprir prisatilde;o domiciliar. O ministro atendeu a um pedido de habeas corpus feito pela defesa de Adriana.nbsp;Em novembro, o Tribunal Regional Federal da 2ordf; Regiatilde;o (TRF2) determinou que a ex-primeira-dama fosse transferida para o regime fechado. Antes da decisatilde;o, ela cumpria medida cautelar de recolhimento domiciliar em seu apartamento no Leblon, zona sul do Rio, por ter filhos menores de idade.Fonte: Correio Braziliense rss