Eleições: TSE cria resolução para punir autores de notícias falsas na web

Assim como vem ocorrendo em todo o mundo, uma das principais preocupaccedil;otilde;es nas eleiccedil;otilde;es de 2018 eacute; com a propagaccedil;atilde;o das notiacute;cias falsas na internet, que podem influenciar resultados. Futuro presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luiz Fux afirma que o tribunal atuaraacute; permanentemente para coibir a praacute;tica. Especialistas alertam para o amplo conceito das fake news, a linha tecirc;nue entre o controle e a censura e a velocidade da puniccedil;atilde;o.ldquo;Abordamos a necessidade de a Justiccedil;a Eleitoral coibir comportamentos deleteacute;rios, ilegiacute;timos, de players que se valem da ambiecirc;ncia da internet e das principais plataformas de acesso e de conteuacute;do para violentar a legitimidade das eleiccedil;otilde;es e a higidez do preacute;lio eleitoral, mediante a utilizaccedil;atilde;o de fake news, junkie news etcrdquo;, disse Fux, na manhatilde; de ontem, durante o lanccedil;amento de 10 resoluccedil;otilde;es sobre as regras das Eleiccedil;otilde;es Gerais de 2018.Fonte: Correio Braziliense rss