Futura secretária de Turismo defende passagens mais baratas para o DF

Em entrevista ao Metrópoles, Vanessa Mendonça disse que vai trabalhar pela ampliação das rotas internacionais e nacionais

Filipe Cardoso/Especial para o Metrópoles

A futura secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, defende a ampliação das rotas internacionais e o barateamento de passagens aéreas para destinos nacionais. A gestora concedeu entrevista ao vivo para o Metrópoles nesta terça-feira (11/12).

Segundo a economista e publicitária, é preciso pôr em prática uma fórmula matemática: atrair investidores, expandir a concorrência entre as empresas e não aumentar impostos. “Precisamos reduzir nossos custos para o turismo acontecer nas mais diversas classes sociais. Viajar não pode ser complicado e tudo isso começa com a questão da valoração”, completou.

Acompanhe a entrevista:

A próxima secretária disse, ainda, que a pasta criará grupos de trabalho temáticos com participação de especialistas e representantes da iniciativa privada a fim de explorar os segmentos com potencial turístico da capital da República.

Um exemplo é o grupo náutico. “Vamos dialogar com representantes locais, órgãos fiscalizados e um ou dois representantes em países de referência que possam nos agregar conhecimento. O objetivo é que cada um desses setores tenham desenvolvimento econômico”, pontuou.

Outro projeto a ser implementado na futura gestão, conforme revelou Vanessa, é o de levar, gratuitamente, crianças e adolescentes de todas as regiões administrativas (RAs) para grandes eventos. “Eles vão obter mais esperança e sonhar mais ao acompanhar, por exemplo, o Cirque du Soleil ou partida de futebol”, afirmou.

Perfil
A economista e publicitária ocupa o cargo de diretora do Departamento de Marketing e Apoio à Comercialização do Ministério do Turismo.

Vanessa atuou oito anos como diretora-executiva da Publicis D&M, respondendo pela gestão e equipe das seguintes contas: Volkswagen Regional Centro-Oeste e Norte, Furnas Centrais Elétricas, Ministério das Comunicações, Ministério do Desenvolvimento Social, Coca-Cola, Audi, UniCeub, Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), entre muitas outras.

Durante outros oito anos, esteve na Gazeta Mercantil, como gerente regional de Marketing e Propaganda, além de ter trabalhado no Jornal de Brasília e com o Grupo Jaime Câmara.

Fonte: Metropolis