Jovem morre eletrocutado ao tocar cerca energizada em jogo de futsal

Socorristas do Corpo de Bombeiros do DF e do Samu tentaram reanimar a vítima, de 18 anos, mas não conseguiram restabelecer os sinais vitais

CBMDF/ReproduçãoCBMDF/REPRODUÇÃO

Equipes de socorro dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram o primeiro atendimento ao jovem. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e passou por procedimentos de reanimação, mas os sinais vitais não foram restabelecidos e o óbito acabou sendo confirmado por um médico do Samu.

Uma equipe da Companhia Energética de Brasília (CEB) também foi enviada ao local para avaliar os riscos e identificar o que teria energizado a cerca. A perícia da Polícia Civil vai apurar o caso.

Fonte: Metropoles