Vasco prevê impacto imediato nas finanças após sucesso de sócios

Na última terça-feira, ultrapassou a marca de 150 mil associados e saiu do oitavo lugar entre os clubes do Brasil para a liderança

Rafael Ribeiro/VascoRAFAEL RIBEIRO/VASCO

Se dentro de campo o Flamengo vem sendo a sensação nos últimos meses, fora dele outro clube carioca se transformou em fenômeno nas últimas semanas. Grande rival rubro-negro, o Vasco fez uma audaciosa campanha para aumentar o seu quadro social e, em pouco mais de sete dias, quadruplicou o seu número de sócios-torcedores. Na última terça-feira (03/12/2019), ultrapassou a marca de 150 mil associados e, após sair do oitavo lugar entre todos os clubes do Brasil, assumiu a liderança nesse quesito. O número surpreendente de adesões terá um impacto imediato nas finanças do clube.

“Antes da promoção, arrecadávamos R$ 1,3 milhão (por mês) com os sócios-torcedores. Agora, já duplicamos esse valor. Estamos correndo atrás para triplicar a arrecadação até domingo (08/12/2019), última rodada do Brasileirão”, disse o diretor do programa de sócios do Vasco, Eduardo Sá. O clube terá quase R$ 3 milhões a mais em seus cofres por mês.

O montante arrecadado não acompanha proporcionalmente o aumento de associados porque o valor cobrado agora é 50% do valor normal. E é aí que mora um dos segredos do boom de associados: o Vasco aproveitou a semana da Black Friday para lançar a sua campanha de novas adesões ao programa. “Havia uma discussão no clube sobre dar descontos diferentes para as mais variadas modalidades, mas decidimos dar um desconto igual para a comunicação com a torcida ser direta. Deu muito certo”, vibrou Sá.

O dinheiro extra entrando nos combalidos cofres vascaínos, claro, chega em boa hora, mas o executivo exalta outros pontos dessa disparada. “Liderar ranking, qualquer que seja, é importante no futebol. Mas o mais importante é que o torcedor passou a sentir que pode participar ativamente da vida do clube e relembrar o orgulho de ser vascaíno. Serve também para mostrar para o mercado o potencial de mobilização e a força da torcida e da marca do Clube de Regatas Vasco da Gama”.

A mobilização da torcida, de fato, surpreendeu. O Vasco faz uma campanha apenas mediana no Campeonato Brasileiro e a promoção veio restando apenas dois jogos do time em casa antes do final da temporada. Assim, o novo sócio praticamente só poderá se beneficiar do acesso facilitado aos jogos em fevereiro, quando começar o Campeonato Carioca. Apesar disso, no clube ninguém tem o receio que, após a explosão de novos associados, o fenômeno se reverta logo adiante. Isso porque a promoção prevê um período mínimo de seis meses de permanência como sócio, o que garantirá um aporte de recursos no período de menor fluxo de caixa, quando não há partidas oficiais.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles