Soros produzidos por cavalos têm até 100 vezes mais potência, ótimo para combate ao coronavírus.

Pesquisadores do Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) anunciaram pesquisa que pode ter destaque mundial no combate ao coronavírus.

Descobriram que soros produzidos por cavalos têm até 100 vezes mais potência, em termos de anticorpos neutralizantes do vírus, do que o soro feito com plasma de doentes convalescentes.

O novo tratamento pode ser usado no Brasil ainda este ano, se aprovado pela Anvisa.

Renato Riela

Postagem: http://egnews.com.br