Secretaria de Agricultura do DF implementa máquina de compostagem para reaproveitamento de resíduos orgânicos

Projeto prevê transformar restos orgânicos em adubo para agricultura familiar

Foto: Agência Brasília

A Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF) está implementando uma máquina de compostagem para o reaproveitamento de resíduos orgânicos que são utilizados nas Centrais de Abastecimento (Ceasa-DF), para transformação em adubo orgânico. O objetivo é dar destinação adequada a esses resíduos orgânicos e reaproveitá-los em forma de adubo, beneficiando a agricultura familiar.

O secretário de Agricultura do DF, Dilson Resende, disse que os recursos para esse projeto serão provenientes do Governo Federal.  “A máquina que fará a compostagem ficará na Granja do Ipê. A matéria orgânica hoje, que são os restos vegetais, principalmente, são um grande problema para o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Então, nós vamos montar essa composteira com recursos do Governo Federal para a produção de adubo”, explicou.

O presidente do SLU, Félix Anjo Palazzo, visitou a Seagri-DF hoje (07), fortaleceu a ideia e ressaltou os benefícios que a máquina de compostagem poderá gerar. “A máquina vai triturar e remover o acúmulo de material e, com isso, vai produzir composto orgânico para melhorar a qualidade da produção da agricultura no DF, principalmente a agricultura familiar”, ressaltou.

O assessor especial da presidência do SLU, Lucas Entreportes, ressaltou a qualidade do adubo produzido pela máquina. “É um dos modelos mais interessantes que existe, porque 50% do resíduo sólido é matéria orgânica e a Ceasa-DF tem um material muito rico em nutrientes. Esse material, hoje, está indo para o aterro sanitário de Brasília, então agora a gente vai poder dar uma destinação adequada a esse resíduo. O que é um problema, nós estamos transformando em solução. O adubo é de altíssima qualidade”, afirmou.

Texto: Gabriel Spies

Postagem,: http://egnews.com.br

Fonte: Ascom Seagri-DF