Os 5 minutos seguintes – E agora, Sr. diretor jurídico?

0:00 – Marco Aurélio Mello faz uma defesa do Presidente para tirar de cima dele o peso das críticas voltadas aos membros do STF. Saiu do foco das críticas e até parecia outro Marco Aurélio Mello!

00:05 – Marco Aurélio Mello, numa decisão que não cabia ao STF mas que estranhamente foi parar lá e justo na sua mão, solta o chefe da maior organização criminosa do país, atendendo a uma petição feita pelo escritório de advocacia de um ex-assessor (?!?!?!)

Em sua decisão, Marco Aurélio “ordena” que o “reeducando” permaneça em sua residência e atenda aos chamados da Justiça, como quem ordena a um lobo faminto em meio a ovelhas para que vire vegetariano ou faça dieta.

00:10 – O criminoso foi solto e um jato já o esperava – com destino certo – como se houvesse a certeza de que o pedido seria acatado pela decisão monocrática do Ministro, e antes que uma decisão contrária pudesse revogar a soltura do bandido. A logística estava perfeita.

00:15 – Tentando fazer o país de idiota, Marco Aurélio Mello dá uma declaração dizendo que “não sabia que a petição era do escritório de um ex-assessor”, como se isso fosse possível. Nenhum dos assessores de Marco Aurélio teria detectado isso?

00:20 – Mais de 500 policiais estão numa operação caríssima para os cofres públicos, na tentativa de prender o traficante,que está horas – senão dias e países – à frente da polícia. Essa decisão de Mello não custou caro só para os cofres do PCC, Está custando pra nós também.

00:25- Como num “milagre da distribuição”, um pedido idêntico referente ao traficante “Pocker”, comparsa de André do Rap, foi parar nas mãos de Marco Aurélio, que está para decidir se vai fazer o mesmo.

Da minha parte não há qualquer dúvida de que essa foi uma operação muito bem elaborada e que o PCC agora virou o INSS de autoridades do Judiciário.

Aguardando para ver o que vai acontecer com Marco Aurélio Mello, se é que vai acontecer alguma coisa com aquele que agora pode ser considerado o Diretor Jurídico da maior facção criminosa do Brasil. Estamos esperando nos minutos seguintes alguma ação do MPF, do CNJ e do próprio STF, pois a ação de Marco Aurélio certificou o STF como a instituição mais desacreditada do Brasil, e com padrão ISO de competência em desserviços ao País.

PS: Se alguém falar em aposentadoria precoce, será um presente para o Ministro. Afinal, sobrará mais tempo para desfrutar as boas coisas da vida.

Longe de mim lançar dúvidas sobre o Ministro ou sobre a sua integridade moral. Eu acho que o que houve foi um mal entendido e a culpa por um poderoso chefe do crime organizado estar solto é do Papai Noel que, mal assessorado pelo coelho da páscoa, apenas atendeu a um pedido da noiva da estrada, que é sócia do monstro do armário num escritório de advocacia. Em tempo. Nós acreditamos em tudo isso, não é?

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line