Incêndios: É falso que Bolsonaro não enviou militares ao Pantanal

Publicação afirma que Forças Armadas não foram utilizadas para combater as chamas

Militares estão atuando nos combates aos incêndios no Pantanal Foto: EFE/Rogério Florentino

Nos últimos dias, circulou, pelas redes sociais, a informação de que o governo do presidente Jair Bolsonaro não havia enviado militares para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal. A informação, no entanto, é falsa, já que o Exército está atuando nas regiões atingidas pelas chamas.

De acordo com a Agência Lupa, a atuação de militares no Pantanal foi confirmada pelo Ministério da Defesa, pelo Comando Militar do Oeste e pelo Corpo de Bombeiros do Mato Grosso. Eles atuam no combate aos incêndios desde julho. E somente na semana passada, foram enviados 90 homens para o município de Alcinópolis (MS).

Leia também1 Bolsonaro participa de evento com gaúchos em Brasília
2 Michelle Bolsonaro destaca Dia Mundial do Doador de Medula
3 Lacombe: Parte da mídia age como partido político derrotado
4 Apresentador da Record rebate críticas da Globo sobre o governo
5 Bolsonaro se pronuncia sobre visita de Mike Pompeo ao Brasil

Em nota, o Comando Militar do Oeste afirmou que “com o agravamento do cenário de queimadas na região, inclusive no estado de Mato Grosso do Sul, o Comando Militar do Oeste participa, também, com um helicóptero Pantera e um grupo de militares, da Operação Pantanal, na região de Corumbá (MS). Ainda, atendendo solicitação do governo do Estado de Mato Grosso do Sul, desde o dia 13 de setembro de 2020, deslocou 90 militares para a região de Alcinópolis (MS), no combate aos focos de incêndio”.

Ao veículo, o Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional do Estado de Mato Grosso (CIMAN), que é coordenado pelo Corpo de Bombeiros do MT afirmou que “na região do Pantanal Matogrossense, especificamente, militares do Exército Brasileiro têm sido empregados principalmente no Parque Estadual do Guirá, próximo ao município de Cáceres”.

Já o Ministério da Defesa afirmou que as operações de combate aos incêndios contam com o apoio de todas as Forças Armadas; Marinha, Exército e Aeronáutica.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News