Governo corta R$ 500 milhões do fundo eleitoral de 2020

Valor ainda passará por análise da Comissão Mista de Orçamento

Sede do Congresso Nacional Foto: Agência Brasil

Entre as alterações no Orçamento de 2020 enviadas pelo governo Jair Bolsonaro nesta terça-feira (26), ao Congresso Nacional, está a diminuição do valor destinado ao fundo eleitoral. A previsão previsão para gastos com financiamento de campanhas eleitorais, que era de R$ 2,5 bilhões em agosto, agora passou para R$ 2,035 bilhões. As informações foram divulgadas pelo portal Poder 360.

O governo informou que a alteração aconteceu em razão de um novo cálculo sobre renúncias fiscais relacionadas à propaganda partidária, que compõem o fundo, e sobre emendas de bancadas estaduais.

Governo muda Orçamento de 2020 e vê espaço de R$ 6,9 bi
Governo publica decreto que libera verbas para ministérios
Projeção de salário mínimo de 2020 é de R$ 1.030

O valor proposto pelo governo é até menor que o sugerido por parlamentares em agosto. A comissão que analisa o projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) propôs o repasse de R$ 3,7 bilhões para o fundo.

Com a definição do governo, caberá à Comissão Mista de Orçamento (CMO) a análise do novo. O relator é o deputado Domingos Neto (PSD-CE). O fundo e os outros itens do orçamento de 2020 devem ser votados pelo Congresso Nacional no dia 14 de dezembro. Durante a tramitação, deputados e senadores ainda podem alterar os valores.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News