GDF anuncia projeto de revitalização das feiras do Distrito Federal

Anúncio foi feito por governador Ibaneis Rocha, nesta sexta-feira (9), durante visita à Feira da Guariroba, em Ceilândia. Serviços envolvem mudanças de infraestrutura, como iluminação e pequenas obras, com apoio de CEB, Caesb e Novacap, além do BRB

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA
Ibaneis Rocha anunciou o projeto durante visita à Feira de Guariroba. Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou, nesta sexta-feira (9), durante visita à Feira da Guariroba, em Ceilândia, um projeto de revitalização das feiras do Distrito Federal.

Até o fim de 2019, seis espaços devem receber as melhorias. As demais feiras, em até dois anos. Os serviços envolvem mudanças de infraestrutura, como iluminação e pequenas obras, em um trabalho com as mãos da Novacap, CEB e Caesb.

Na passagem por Ceilândia, o governador também destacou uma parceria entre o Banco de Brasília (BRB) e os feirantes. Os comerciantes vão usufruir do serviços e da estrutura do banco e, como contrapartida, vão levar suas contas para o BRB.

Na passagem por Ceilândia, o governador também destacou uma parceria entre o Banco de Brasília (BRB) e os feirantes. Os comerciantes vão usufruir do serviços e da estrutura do banco e, como contrapartida, vão levar suas contas para o BRB. “Nós queremos transformar essa praia do brasiliense, que são as feiras, em um ambiente cada vez mais harmonioso”, disse o governador.

Melhorias
O chefe do Executivo conversou com feirantes da Guariroba e ouviu demandas e sugestões de melhorias. Durante o bate-papo ele lembrou uma das medidas que beneficiou os comerciantes em sua gestão: o fim da cobrança do diferencial de alíquota (Difal).

A medida retira das empresas optantes do Simples Nacional a cobrança do diferencial de alíquota (Difal) sobre o ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

Com a desoneração do Difal, as empresas vão desembolsar menos na aquisição de produtos. Antes dessa medida, elas pagavam 5% de ICMS sobre o valor da nota fiscal de entrada gerada a partir de uma compra interestadual.

CEILÂNDIA FEIRA DA GUARIROBA

Fonte: Agência Brasilia