Feira do Paranoá recebe Wi-Fi gratuito para milhares de usuários

Medida tem como objetivo oferecer sinal livre de internet e aumentar a circulação de pessoas em espaços públicos

ReproduçãoREPRODUÇÃO

Frequentadores da Feira do Paranoá passam a ter, a partir deste sábado (19/10/2019), acesso a sinal de Wi-Fi Livre. A feira da cidade é o terceiro local público a oferecer internet gratuita para a população – ante disso, a Rodoviária do Plano Piloto e a Feira do Guará já haviam implantado o serviço.

O diretor-presidente da IDigitais, empresa responsável pela instalação do sinal de Wi-Fi, Rafael Kern, explica que foram instaladas 13 antenas no local, responsáveis por emitir o sinal em quase 100% da área da feira. A rede está apta a receber mais de mil usuários simultâneos, com velocidade de download de 2 MB por segundo.

O grande objetivo de levar internet para os espaços públicos é aumentar a circulação de pessoas nesses ambientes. “São pessoas muito carentes. Eu ouvi de uma senhora que, com o Wi-Fi na feira, ela vai conseguir economizar no plano de dados para comprar mais mandioca. Esse é o público que nós queremos”, afirma Kern.

Ao se conectar, a pessoa é direcionada para uma página na qual deve informar o nome e o número de celular. Após o fornecimento desses dados, o sinal é liberado. Na Rodoviária, onde circulam mais de 800 mil pessoas por dia, a empresa que presta o serviço já registrou picos de 200 mil pessoas conectadas. “O número cresce a cada dia. Estamos expandindo para a plataforma superior de forma a também atender o Conic e o Conjunto Nacional”, explica o diretor da IDigitais.

A empresa também sorteia prêmios aos internautas conectados; os mais sortudos ganham ingressos para o cinema.

Durante a inauguração do Wi-Fi Livre neste sábado, estiveram presentes o administrador do Paranoá, Sérgio Damascena; o secretário de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, Gilvam Máximo; e o representante do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ricardo Muniz. Ele é o responsável pelo programa Cidades Inteligentes no Governo Federal e foi enviado pelo ministro, Marcos Pontes, para conhecer o modelo.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: https://www.metropoles.com