Caesb está entre as 100 empresas mais inovadoras do país

Ranking apresenta as empresas que têm investido em TI para melhorar os processos internos

CAESB/DIVULGAÇÃO
A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) foi destaque na 20ª edição do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI 2020 e conquistou a 66ª colocação entre 241 empresas de todo o país. O prêmio é realizado pela IT Mídia em parceria com a PwC e reconhece os projetos mais inovadores do país.

A Caesb conquistou a posição ao apresentar a integração dos sistemas tecnológicos, desde a coleta de dados até a geração de painéis analíticos, que permitem à companhia o planejamento e a execução de processos operacionais e administrativos. A chefe de Tecnologia da Informação da Caesb, Márcia Sabino Duarte, explicou a importância dos sistemas.

“A Companhia tem investido em inovação e tem buscado a transformação digital em todos os seus processos”, disse. “No projeto apresentado, mostramos a integração dos sistemas com a coleta de dados via telemetria, gestão comercial, gestão de manutenção de sistemas hidráulicos com aplicativos mobile, gestão de documentos eletrônicos, de eficiência energética, de planejamento e de contrato”, esclareceu Márcia Sabino Duarte.

Eficiência e qualidade

A Caesb tem inovado em processos de TI para garantir eficiência e qualidade no atendimento aos usuários dos serviços de água e esgoto. Segundo Márcia Sabino, os processos administrativos e operacionais são geridos por sistemas construídos internamente, o que elimina a necessidade do uso de papel.

“Todos os serviços ofertados ao cidadão, por exemplo, estão disponíveis na internet e no aplicativo. A Caesb investiu em internet das coisas com os hidrômetros que enviam os dados de consumo direto para a empresa. Além disso, temos trabalhado com painéis inteligentes de dados (BI), que possibilitam importantes tomadas de decisão”, afirmou Márcia.

Mesmo com os resultados positivos e o reconhecimento de estar entre as 100 empresas mais inovadoras do país, a Caesb vai continuar investindo em tecnologia. “Com todo o apoio da direção da Caesb, estamos iniciando projetos de ciência de dados para aplicar inteligência artificial e algoritmos, e melhorar a eficiência dos processos da companhia”, destacou a chefe de TI da estatal.

Além disso, a Caesb vai realizar um hackathon em busca de soluções inovadoras para problemas identificados pela companhia. “O evento vai reunir programadores e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software em maratonas de trabalho. O objetivo é criar soluções específicas para um ou vários desafios”, reforçou Márcia.

Fonte: Metropoles