Boato da Esquerda não procede: Embaixada dos EUA apoia a entrada do Brasil na OCDE

Assessor do governo afirmou que tudo ocorre conforme o planejado

Presidente Jair Bolsonaro e Donald Trump Foto: Reprodução

Em suas redes sociais, nesta quinta-feira (10), a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil reafirmou o apoio do país à entrada dos brasileiros na OCDE.

– A declaração conjunta de 19 de março do presidente Trump e do presidente Bolsonaro afirmou claramente o apoio ao Brasil para iniciar o processo para se tornar um membro pleno da OCDE e saudou os esforços contínuos do Brasil em relação às reformas econômicas, melhores práticas e conformidade com as normas da OCDE. Continuamos mantendo essa declaração. Apoiamos a expansão da OCDE a um ritmo controlado que leve em conta a necessidade de pressionar as reformas de governança e o planejamento de sucessão. Continuaremos a trabalhar com outros membros da OCDE para encontrar um caminho para a expansão da instituição. Todos os 36 países membros da OCDE devem concordar, por consenso, com o calendário e a ordem dos convites para iniciar o processo de adesão à OCDE – disse o órgão.

Carlos sobre OCDE: EUA não retiraram o apoio para o Brasil
Brasil abrirá escritório de negócios em Jerusalém
Presidente Bolsonaro: Estamos sufocando o crime organizado

O assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, em suas redes sociais, criticou a imprensa e afirmou que ela prejudica o trabalho do governo brasileiro.

– Como sempre, a mídia mente e desinforma, sem qualquer consideração com o Brasil e com os brasileiros que são afetados pelo péssimo trabalho de muitos dos nossos jornalistas. Nada mudou no que foi acordado entre Brasil e EUA em março – escreveu Martins.

Ele ainda afirmou que a entrada da Argentina, em primeiro lugar, ao invés do Brasil se deu porque ela enfrenta “desafios conjunturais que tornam o início do processo de acessão emergencial”.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News