Águas Claras: dúvidas marcam 1º dia em nova estação do metrô

A Estrada Parque fica depois da Concessionárias. Equipes do órgão monitoram funcionamento de itens no terminal

Rafaela Felicciano/Metrópoles
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Durante o período experimental, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) verificará o funcionamento de itens no local. Por exemplo, bloqueio das catracas, bilhetagem, sincronia entre a parada e a abertura e fechamento de portas, sistema de alto-falantes, segurança e acessibilidade.

Isso significa que a estação aberta normalmente ao público, enquanto passa por monitoramento e possíveis ajustes operacionais. A bilheteria também funciona regularmente, com a passagem a R$ 5.

O movimento no primeiro dia foi bem baixo. Entretanto, segundo estimativa do Metrô-DF, com a novidade, mais 10 mil pessoas devem passar a usar o meio de transporte no DF, devido à localização.

O terminal fica na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), depois do shopping DF Plaza e perto de cinco faculdades e condomínios. Próximo à área, passarelas e paradas de ônibus auxiliam o usuário na locomoção.

Águas Claras: dúvidas marcam 1º dia em nova estação do metrô

Mesmo com a sinalização, a novidade causou confusão para quem não conhecia o local. “Eu queria descer na Estação Concessionárias, mas me distraí e desci nessa. Quando eu vi, fiquei totalmente perdida. Não sabia onde estava”, relatou a operadora de caixa Olean Torres, 47.

Ela saiu de Ceilândia, nesta segunda-feira, com destino a Águas Claras e acabou se atrasando para o trabalho por descer na estação errada. “Já perdi um bom tempo nisso. Mas ainda bem que me ajudaram, me orientaram, para eu saber qual trem pegar agora, porque não sabia que havia essa nova”, disse ela.
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLESRafaela Felicciano/Metrópoles
Olean Torres

Houve mais reclamações sobre o acesso à nova estação, em relação a entradas. De acordo com o Metrô-DF, o terminal não está totalmente concluído por causa de restrições orçamentárias.

“Resta ainda a execução da urbanização do entorno da Estação, que melhorará o acesso tanto de pedestres quanto de usuários do transporte particular”, diz o órgão, em nota.

O projeto contempla mais dois estacionamentos: um na parte norte, com acesso pela EPTG, e outro na parte Sul, com acesso pela Avenida Araucárias. Haverá também uma passarela aérea sobre a via do metrô.

Isso, segundo o texto, dará acesso à estação pelo lado de Águas Claras, “diminuindo, assim, o deslocamento dos pedestres oriundos de Águas Claras e dos usuários do estacionamento da Avenida Araucárias”.

“Boa localização”

O contador Humberto Rodrigo Alves, 41 anos, usa o metrô diariamente para se deslocar ao trabalho. E descobriu a nova estação nesta segunda. “Eu saio da minha casa, em Ceilândia, para o shopping DF Plaza, onde trabalho, todo dia. Então, ficou ótimo para mim, porque é do lado”, contou.

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLESRafaela Felicciano/Metrópoles
Humberto Rodrigo Alves

Também morador de Ceilândia, Fábio da Silva Paz, 25, descobriu a nova estação durante o trajeto que fazia nesta manhã para Águas Claras. “Estava dentro do metrô quando avisaram. Como eu precisava resolver umas coisas aqui perto [na Avenida das Araucárias], desci nela mesmo”, comentou o auxiliar administrativo.

“Ficou bem mais perto do que se eu parasse na Concessionárias”, considerou.

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLESRafaela Felicciano/Metrópoles
Fábio da Silva Paz

A demanda pelo terminal é antiga. Foram mais de 20 anos de espera e um investimento de R$ 2,4 milhões. No entanto, segundo o Metrô-DF, ainda não há data para que a estação EPQ conclua a fase de testes e seja inaugurada oficialmente.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles