Afinal, esta é a liberdade religiosa?

Estamos vivendo dias tristes e de grande apreensão. Ficamos desorientados com notícias desencontradas, com medo exacerbado da morte física e não nos preocupamos com a destruição moral dos costumes mais elementares; costumes que herdamos de nossos pais, moral que recebemos por nossa condição de seres criados à imagem e semelhança de Deus. Agora tudo é válido e a libertinagem travestiu-se de liberdade. É proibido contrariar a pseudo liberdade de pensamento e de comportamento, por mais contrariantes que sejam. É esse o caminho dos construtores da Torre de Babel. É mais que comprovado que o homem sem espírito divino é um ser pior do outros da raça de animais, destroi-se a si mesmo. Vejam mais um ato desse caminho sem volta, se não acordarmos a tempo:

Fonte: http://egnews.com.br