19 C
Brasília, BR
domingo, dezembro 15, 2019

Hran e HRG ganham reforço no setor de pediatria

Além de especialistas oriundos de Santa Maria, novas contratações foram aprovadas para essas unidades

AGÊNCIA BRASÍLIA *

A pediatria do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) ganhará reforço. Profissionais que atuavam no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) foram remanejados para aquela unidade, após escolherem não permanecer no Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF). Ao todo, a medida representa 200 horas a mais ofertadas aos pacientes.

“Há um tempo, o Hran estava atendendo somente pacientes pediátricos classificados como vermelho, pois estávamos apenas com um plantonista; agora, pouco a pouco, estamos conseguindo restabelecer as escalas”, comemora o diretor do Hran, Leonardo Ramos.

“Por ser um hospital em região centralizada e devido à população estar sem atendimento de emergência de pediatria naquela unidade, optamos por reforçar o quadro de lá”, explica a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio. “Além disso, era um desejo expresso dos profissionais oriundos de Santa Maria”. Com a operação, poderão ser escalados três pediatras no turno matutino e outros dois à tarde e à noite.

Região Sul

O Hospital Regional do Gama também receberá novos profissionais | Foto: Breno Esaki / SES

Outra unidade que deverá ter reforçado o setor de pediatria é o Hospital Regional do Gama (HRG). A subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida, informa que todos os profissionais aprovados em concurso da especialidade pediatria deverão ser lotados na Região de Saúde Sul, à qual o HRG pertence. “Com isso, esperamos reabrir o pronto atendimento infantil do HRG, que é uma determinação do governador Ibaneis Rocha desde o início do governo”, destaca.

Ao todo, foram convocados 15 pediatras em 28 de novembro deste ano. Eles têm 30 dias para tomar posse e cinco dias úteis para entrar em exercício. Com isso, espera-se que comecem a atuar em janeiro de 2020.

Outra determinação da secretária-adjunta de Assistência à Saúde foi a lotação de cirurgiões convocados para atuar no Hospital Regional de Planaltina (HRPl). Dessa especialidade, foram chamados dez profissionais, que também devem começar a trabalhar em janeiro de 2020.

Postagem:   http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia * Com informações da Secretaria de Saúde (SES)

Saúde dá mais transparência a informações de interesse público

Resultado de imagem para Saúde dá mais transparência

Portaria prevê divulgação de processos relevantes na Controladoria Setorial

AGÊNCIA BRASÍLIA *

Tornar mais acessível as informações da Secretaria de Saúde que são de interesse público, como a quantidade de cirurgias eletivas e de leitos disponíveis, é o objetivo da Portaria Conjunta n° 262, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (11).

A medida está em implementação pela pasta, com processos devidamente organizados pelos setores responsáveis. A previsão é de que, a partir do primeiro semestre do próximo ano, as informações relevantes que tramitam nas unidades da Controladoria Setorial da Saúde sejam publicadas no Portal da Transparência até o dia 10 de cada mês.

Leia também

Portal da Transparência: aumento de 60% nos acessos

Segundo o chefe da Unidade Setorial de Transparência e Controle Social, Eliel de Carvalho, a ideia é começar a organizar cada vez mais os processos internos da Secretaria de Saúde, de modo a melhorar a velocidade das informações e ampliar as divulgações de interesse público.

“Isso ajuda o cidadão porque, a partir do momento em que damos celeridade aos processos internos, reduzimos a burocracia e repassamos ao usuário informações mais precisas e em uma linguagem mais amigável”, afirmou Eliel.

Um dos exemplos descritos na portaria é a obrigatoriedade de o Complexo Regulador do DF disponibilizar, no site da secretaria, os dados relativos às cirurgias eletivas realizadas na rede pública. Também estão dispostas informações sobre leitos de UTI bloqueados, ocupados ou vagos e dados estatísticos das manifestações registradas na Ouvidoria, entre outras áreas.

“A publicação da portaria vem ao encontro dos projetos da Controladoria Setorial da Saúde para os próximos anos, ampliando a transparência por meio da divulgação das informações”, destacou o gestor.

Grupo de trabalho

Outro ponto positivo do instrumento legal é a instituição de um grupo de trabalho (GT) para atualização da base de dados utilizada para os serviços de atendimento ao cidadão, por meio dos telefones 156 e 160. A norma estipula o prazo de até 120 dias para que o grupo seja instituído na Secretaria de Saúde.

“Com o grupo vamos fazer todo o processo para atualizar as informações. Essas linhas de apoio ao cidadão são geridas pela Secretaria de Economia, por meio de uma empresa terceirizada. Mas elas trabalham com informações da Secretaria de Saúde, que precisam ser atualizadas há mais de dois anos”, informou Eliel.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia* Com informações da Secretaria de Saúde

Economia do DF cresceu 1,8% no terceiro trimestre de 2019

Resultado de imagem para Economia

Todos os setores locais evoluíram, com destaque para a Construção Civil que reverteu uma série de resultados negativos desde 2013 e ascendeu 0,8%

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA *

A economia do Distrito Federal cresceu 1,8% no terceiro trimestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano anterior. É o que aponta o Índice de Desempenho Econômico do Distrito Federal (Idecon-DF), apresentado nesta quarta-feira (11), no Palácio do Buriti.

Os números positivos se estenderam a todos os setores locais, como a agropecuária, com 1,4%; o setor de serviços, com 1,8%; e a indústria, com 1,4%. Outro destaque foi a construção civil, com alta de 0,8%, o melhor resultado desde junho de 2013.

A divulgação dos indicadores ocorreu durante o Painel Análises Econômicas, evento realizado em parceria entre a Secretaria de Economia e a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

“Os indicadores apontam uma melhora na economia do Distrito Federal em comparação tanto ao país como a outros estados. Tivemos um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,8%, enquanto a média do país está em 1%. A grosso modo é quase o dobro. A inflação do DF é a menor do país. Estamos com 2,11%, que é abaixo do mínimo da meta nacional de 2,89%”, aponta o presidente da Codeplan, Jean Lima.

A inflação menor, segundo Jean Lima, reflete nos bons números do comércio. “Significa o aumento da capacidade de consumo das famílias. É um dado muito positivo, com acesso maior ao crédito e outras políticas que o GDF vem desenvolvendo”, reforça.

Ao citar medidas que o governo tomou para a redução de tributos, como o fim do diferencial de alíquota (Difal), o secretário de Economia, André Clemente, também destacou a evolução do PIB.

“Se não tivermos finanças saudáveis não teremos um DF melhor. Por isso o governador Ibaneis Rocha tem dado uma importância enorme à área econômica. Temos planejado todas as ações pensando no macro, no micro e na economia individual, nas famílias. Não adianta viver só de teses. Tivemos um crescimento do PIB que foi quase o dobro do governo federal. É uma série de medidas que comprovam que estamos no caminho. É só o começo”, afirma o secretário de Economia, André Clemente.

A evolução nos índices do DF também foi destacada pela gerente de Contas e Estudos Setoriais, Clarissa Jahns Schlabitz. “A economia do Distrito Federal tem mostrado uma trajetória de recuperação econômica consistente ao longo dos últimos trimestres. Este é o quarto resultado do Idecon com variação percentual acima da variação do PIB do Brasil, que foi de 1,2%”.

Comércio e crédito

Responsável por 95,7% da economia do DF, o setor de serviços manteve a linha ascendente. A área de comércio registrou elevação de 2,6%, após crescimento de 1,0% no período anterior.

Colaborou para os indicadores auxiliares desse crescimento a expansão do saldo de crédito a pessoas físicas. A trajetória se manteve crescente desde abril de 2019, atingindo em setembro um valor 5,2% superior ao obtido no mesmo mês do ano anterior.

“O crédito a pessoas físicas possui boa relação com o consumo das famílias, e o volume de comércio, principalmente na compra de bens duráveis, como automóveis e geladeira, e semiduráveis, como vestuários e calçados”, aponta Clarrisa Schlabitz.

Construção Civil

Outra setor que merece atenção é o da construção civil. Os resultados negativos que vinham desde 2013 foram revertidos, com um aumento de 0,8% no terceiro trimestre de 2019. “É uma tendência que a Construção Civil está retomando”, lembra Jean Lima.

O presidente da Codeplan lista a política de liberação dos alvarás e do ICMS para setores da construção civil como pontos para essa ascendente. “Isso tem ajudado bastante a dinamizar esse setor. Olhando para 2020 a projeção é que continue com um aumento lento e gradual”.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia * Com informações da Codeplan 

Mamógrafos da rede pública têm função de acessibilidade

Cadeirantes e pessoas com nanismo podem fazer o exame com mais comodidade

AGÊNCIA BRASÍLIA *
Equipamentos permitem melhor detalhamento dos exames e facilitam o acesso de cadeirantes. Foto: Divulgação/Saúde

Com a chegada de cinco novos mamógrafos, a rede pública de saúde passa por um processo de renovação tecnológica. Os equipamentos, além de permitir melhor detalhamento dos exames, facilitam o acesso de cadeirantes e pessoas com nanismo, uma ótima notícia, especialmente na data em que se comemora, em todo o mundo, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Os equipamentos de última geração permitem adaptação de altura – funcionalidade que garante acessibilidade e inclusão às mulheres que necessitam fazer mamografia nas unidades da pasta. Essa possibilidade é, também, mais uma ação de humanização dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde no Distrito Federal.

Dos cinco aparelhos, três já estão em operação no Hospital Regional de Sobradinho, Materno Infantil de Brasília e Base. Os outros dois estão no Hospital Regional de Taguatinga e no Centro de Radiologia de Taguatinga (CRT).

Melhorias
Os novos mamógrafos de Taguatinga substituem outros dois com menos recursos tecnológicos e que não realizavam o agulhamento – capacidade para realizar procedimentos de biópsia. Outra vantagem é a baixa emissão de radiação durante o exame.

“Os novos aparelhos vieram para modernizar e melhorar a qualidade do atendimento às nossas pacientes. Com eles, teremos imagens mais definidas, o que auxiliará os médicos na hora do diagnóstico, podendo acelerar o início do tratamento já que diminui a necessidade de repetir o exame”, avalia o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Luciano Agrizzi.

Durante esta semana, os profissionais do HRT estão em processo de capacitação para manusear o equipamento. A previsão é de que sejam atendidos até 36 pacientes por dia, totalizando cerca de 900 por mês. A capacidade de atendimento diária do CRT é de 30 pacientes por dia.

Mamografia
O exame de mamografia é recomendado pelo Ministério da Saúde para mulheres que tenham entre 50 e 69 anos. As que têm 35 anos ou mais, se tiverem histórico na família de câncer de mama bilateral, de ovário ou outro tipo, também devem fazer o exame.

Todas as unidades básicas de saúde estão preparadas para fazer o acolhimento e realizar o pedido dos exames.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia

Detran lança Operação Boas Festas

Foco é atuar próximo a bares e restaurantes onde ocorram confraternizações de fim de ano

AGÊNCIA BRASÍLIA *

Com o início das festas e confraternizações de fim de ano, alguns motoristas acabam assumindo a direção de seus veículos após o consumo de bebida alcoólica colocando em risco a segurança no trânsito da cidade. Por isso, o Departamento de Trânsito (Detran) deu início, na noite de domingo (1º), à Operação Boas Festas, que segue até 1º de janeiro de 2020.

A ação consiste na atuação das equipes de fiscalização em dias, locais e horários estrategicamente mapeados, pela Unidade de inteligência do Detran (Unint), para realizar flagrantes de alcoolemia. O objetivo é retirar esses condutores de circulação e evitar que eles provoquem acidentes de trânsito.

Balanço
No primeiro dia de operação, a Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito realizou blitzes na Asa Sul, Asa Norte e Grande Colorado. Das 185 abordagens realizadas, 23 condutores estavam dirigindo sob a influência de álcool, sendo que dois deles foram levados para a Delegacia de Polícia por apresentar índice de alcoolemia considerado crime. Outros 17 eram inabilitados, seis estavam com a CNH vencida e um com o direito de dirigir suspenso. Ao todo, 48 veículos foram removidos para os depósitos do Detran.

Operação Boas Festas
A Operação Boas Festas contará com um total de 540 ações de fiscalização espalhadas pelas vias urbanas de todas as regiões administrativas do DF. Elas serão distribuídas conforme quadro abaixo:

Ações Quantidade
Ponto de demonstração 270
Patrulhamento ostensivo 180
Operação Blitz 90
Total 540

Para viabilizar a ação, a Unint mapeou áreas e estabelecimentos onde há maior consumo de bebida alcoólica por condutores, considerando que em dezembro ocorre um aumento significativo de eventos festivos e confraternizações de fim de ano. Com base nesse levantamento, a Diretoria de Fiscalização fará as operações. As equipes terão o apoio de guinchos, motocicletas, empilhadeiras e também da Unidade de Operações Aéreas (Uopa) operando a aeronave e os drones do Departamento.

Segundo o coordenador de Policiamento e Fiscalização da Região Metropolitana, Wesley Cavalcante, nesta época do ano, muitas pessoas estão de férias, por isso, muitos condutores colocam em risco a sua vida e a dos demais usuários das vias, ao consumir bebidas alcoólicas e assumir a direção de um veículo. “A Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran está atenta a esta demanda de final de ano. Muitas pessoas pensam que não haverá fiscalização e que podem beber e dirigir. O ideal seria que o condutor não fizesse isso, mas para aqueles que apostam na impunidade, estamos agindo”, enfatiza o coordenador.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agencia Brasilia

Sol Nascente terá nova Unidade Básica de Saúde

Estrutura beneficiará 24 mil pessoas da região. Este já é o quarto processo licitatório aberto em 2019 para a construção de mais UBS no Distrito Federal

AGÊNCIA BRASÍLIA *

Uma nova unidade básica de saúde (UBS) será construída no Sol Nascente/Pôr do Sol para reforçar a assistência à população e beneficiar aproximadamente 24 mil pessoas. O edital de licitação para contratar a empresa responsável pela obra foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal​ (DODF).

Este já é o quarto processo licitatório aberto em 2019 para a construção de mais UBS no Distrito Federal. No caso do Sol Nascente, a unidade ficará localizada na QNR 2, Área Especial 12. A previsão é de que as obras comecem no primeiro semestre de 2020, de acordo com a Diretoria de Atenção Primária (Diraps) da Região de Saúde Oeste.

O projeto arquitetônico inclui salas de acolhimento, vacina, espera, reunião, almoxarifado, auditório e banheiros com acessibilidade, entre outros espaços. O plano foi elaborado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a obra está orçada em R$ 3.954.514,44.

A nova estrutura terá em torno de 870 metros quadrados e está sendo projetada para comportar até seis Equipes da Saúde da Família. Cada uma delas formada por médico, enfermeiro, técnicos de Enfermagem e agentes comunitários de saúde.

“Esta será a segunda unidade no Sol Nascente, que já tem a UBS 16. Assim como ela, a nova estrutura também vai oferecer toda a carteira de serviços da Atenção Primária, com o acompanhamento da saúde da população do território”, informou o diretor de Atenção Primária da Região de Saúde Oeste, Maurício Fiorenza.

Licitações
Ao longo deste ano, a Secretaria de Saúde publicou outras três licitações para construir novas UBS. No dia 3 de maio, foi a do Paranoá Parque, que beneficiará cerca de 24 mil pessoas.

Para o Jardins Mangueiral, a licitação foi divulgada em 7 de maio e deverá atender em torno de 17 mil pessoas da região. A terceira foi a do Vale do Amanhecer, em Planaltina, que beneficiará 20 mil pessoas.

Postagem:http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia *Com informações da Secretaria de Saúde

GDF inicia estudos para descontaminar Lixão da Estrutural

Trabalho dará subsídio para elaboração do Projeto de Recuperação da Área Degradada (Prad), responsabilidade do Brasília Ambiental

AGÊNCIA BRASÍLIA *
Estudo foi apresentado no Salão Nobre do Palácio do Buriti | Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), deu o primeiro passo para a recuperação da área do antigo Lixão da Estrutural. Trata-se da contratação de consultoria para elaborar diagnóstico de contaminação e proposta de remediação da área. O estudo foi apresentado na tarde desta terça-feira (26), no Salão Nobre do Palácio do Buriti, e será conduzido pela Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) com especialistas da Universidade de Brasília (UnB). O prazo de execução é de 12 meses, com orçamento de R$ 1, 3 milhões.

Leia também

Agência francesa quer ampliar parceria na área ambiental do DF

Para o secretário do Meio Ambiente, Sarney Filho, os estudos representam uma vitória para o GDF. “Finalmente vamos enfrentar um problema que foi se avolumando pela deposição irregular do lixo produzido pela população, desde a inauguração da capital federal, ganhando contorno mais grave nas últimas décadas”, destacou.

Esses estudos darão subsídio para a elaboração do termo de referência para o Projeto de Recuperação da Área Degradada (Prad), responsabilidade do Brasília Ambiental. “Com os resultados, o GDF poderá tomar decisões quanto à descontaminação dos corpos hídricos e reparação aos danos causados ao meio ambiente”, acrescentou Sarney Filho.

O secretário informou ainda que os recursos externos para realização do trabalho foram obtidos por meio de cooperação técnica entre o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), o Governo do Distrito Federal (representado pela Sema) e o Projeto CITinova – Promovendo Cidades Sustentáveis no Brasil, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI).

Resíduos

O acúmulo de resíduos, durante o período entre 50 e 60 anos em que o lixão operou, gerou impactos sobre os corpos hídricos que convergem para o Lago Paranoá. Foram cerca de 40 milhões de toneladas despejadas no local, em processo de deposição irregular de rejeitos em área de 200 hectares localizada na divisa com o Parque Nacional de Brasília.

De acordo com o coordenador técnico do projeto, o professor da UnB Eloi Guimarães Campos, as ações vão se concentrar no tratamento do chorume; na fitorremediação com plantio de especies nativas e exóticas, que possam reter metais identificados no solo; e no enclausuramenteo do chorume para evitar que continue se espalhando, além do uso dos dados na elaboração do Prad.

Representantes e parceiros do governo participaram da solenidade de apresentação do trabalho | Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

“Queremos responder perguntas ainda sem respostas, como a rota que o chorume tem feito e como tratá-lo de uma forma economicamente viável”, sublinhou o professor.

Os estudos, segundo explicou o coordenador, terão dois enfoques a ser conduzidos ao longo do trabalho: o diagnóstico e os testes-pilotos para a apresentação de propostas ao GDF, de tecnologias mais adequadas para o efetivo controle da contaminação e remediação dos danos causados.

“Chaga”

Para o diretor-adjunto do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Gustavo Souto Maior, o Lixão da Estrutural constitui “uma chaga na história de Brasília”, de forma que traz um enorme ganho para a cidade o início dos trabalhos com vistas à remediação dos danos ambientais causados por sua operação irregular. “Estou feliz e tenho certeza de que esse trabalho será realizado com sucesso”, afirmou.

De acordo com o coordenador-geral do Clima do MCTI, Márcio Rojas, a expectativa do órgão é a realização de trabalhos concretos para que a área seja recuperada. Ele destacou a importância da parceria que possibilitou a contratação dos estudos e disse estar confiante nos resultados.

O presidente da Finatec, Armando Pires, destacou o papel de uma fundação de apoio na solução de problemas que afetam a sociedade. “É um honra e uma satisfação ter nossa equipe envolvida nesse estudo, em área na qual já temos grande conhecimento acumulado. Agora é hora de fazê-lo voltar à sociedade, o que é possível por meio da canalização de recursos”, afirmou.

Participaram também do lançamento dos estudos o subsecretário de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos, Jair Vieira Tannus Júnior, e a subsecretária de Assuntos Estratégicos, Alessandra Andreazzi Peresa, ambos da Sema, além da diretora do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), Regina Silvério, do subsecretário de Estruturação e Gestão de Projetos da Secretaria de Projetos Especiais do GDF, Eduardo Amaral da Silveira, e da coordenadora do Projeto CITinova no GDF, Nazaré Soares.

* Com informações da Secretaria do Meio Ambiente

GALERIA DE FOTOS

GDF inicia estudos sobre descontaminação do Lixão da Estrutural

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia * Com informações da Secretaria do Meio Ambiente

Detran instala semáforos em faixas de pedestres

Novos equipamentos melhoram a fluidez e aumentam a segurança nas vias

AGÊNCIA BRASÍLIA *
| Foto: Detran-DF / Divulgação

Após estudos técnicos de engenharia de tráfego em Águas Claras, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) realizou algumas alterações no parque semafórico da cidade, para melhorar o fluxo de veículos e garantir mais segurança aos pedestres.

Na semana passada, a diretoria de engenharia instalou semáforos com botões sonoros em duas faixas de pedestres: uma na Avenida das Araucárias, altura do hotel S4, e outra na Avenida Pau Brasil, em frente à estação de metrô Águas Claras. A medida é necessária devido devido ao fluxo intermitente de pedestres nesses locais, causando a interrupção constante do tráfego de veículos e grande retenção no trânsito em horários de pico.

Com os novos equipamentos instalados, o fluxo de pedestres e de veículos fica mais organizado e seguro, já que os sinais luminosos e sonoros também servem para dar mais visibilidade aos locais de travessia, principalmente à noite, e promove a inclusão dos cegos na mobilidade urbana.

Outra medida adotada pelo Detran foi a instalação de setas direcionais em três cruzamentos semafóricos, que permitem um melhor aproveitamento do tempo de verde para quem se mantém na mesma direção, fechando apenas o sentido de quem cruza a pista.

As setas direcionais – que permitem aos veículos de uma faixa seguir livre enquanto os da outra aguardam a abertura do semáforo para cruzar a via – foram instaladas nos cruzamentos da Avenida das Araucárias com a Avenida Parque Águas Claras, da Avenida das Araucárias com a Rua das Paineiras e da Avenida das Araucárias com a Avenida Pau Brasil.

A Diretoria de Engenharia também instalou detectores e laços indutivos em quatro cruzamentos: da Avenida das Araucárias com a Avenida Sibipiruna e com a Rua 19 Sul (Shopping Águas Claras), e da Avenida das Araucárias e da Avenida das Castanheiras com a Rua das Pitangueiras.

A função desses equipamentos é detectar a passagem de veículos nas vias secundárias e acionar o sinal verde apenas para o tempo necessário ao cruzamento, garantindo maior fluidez aos veículos que transitam pela via principal, especialmente durante a madrugada, quando o fluxo de veículos nas vias secundárias é bem menor.

Com os novos equipamentos, o semáforo permanecerá aberto para o trânsito na via principal e só fechará quando algum veículo se aproximar do cruzamento pela via secundária, voltando a abrir logo após a sua passagem.

As equipes técnicas do Detran realizam estudos para instalar detectores e laços indutivos também em outros cruzamentos da cidade.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia * Com informações do Detran-DF

Inscrição para escolas técnicas vai até o dia 1º de dezembro

São mais de 4 mil vagas em 27 cursos profissionalizantes, nas modalidades presencial e a distância

Toninho Tavares/Agência BrasíliaTONINHO TAVARES/AGÊNCIA BRASÍLIA

As inscrições para a educação profissional da rede pública do DF começaram nessa terça-feira (19/11/2019) e vão até 1º de dezembro, pela internet. Também já está no ar a página das escolas técnicas, no site da Secretaria de Educação. Lá, podem ser feitas as inscrições e obtidos os editais (publicados no Diário Oficial) de todos os cursos.

Para o primeiro semestre de 2020, a Secretaria irá disponibilizar mais de 4 mil vagas em 27 cursos profissionalizantes, que podem ser ofertados de forma concomitante, subsequente ou integrada ao Ensino Médio, nas modalidades presencial e a distância. As formas de oferta de cada um estão informadas nos editais.

Caso o número de interessados ultrapasse o de vagas oferecidas, a seleção ocorrerá por sorteio.

As vagas são para cursos nas áreas de Saúde, Informática, Administração, Meio Ambiente, Computação Gráfica, Serviços Públicos e Música, nas regionais de ensino de Brazlândia, Ceilândia, Cruzeiro, Gama, Guará, Plano Piloto, Planaltina e Taguatinga.

Os documentos e prazos para matrículas, bem como demais informações estão descritas nos editais dos processos seletivos.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles Com informações da Secretaria de Educação do Distrito Federal

Tempo de espera no Hospital de Santa Maria cai 48%

Com a nova gestão, hospital também aumentou em 30% o número de atendimentos e de internações. Taxa de ocupação hospitalar, no mês de outubro, foi de 156%

AGÊNCIA BRASÍLIA *

O Hospital de Santa Maria, depois que começou a administrado pelo Instituto de Saúde (Iges-DF), reduziu em 48% o tempo de permanência dos pacientes, em todos os setores da unidade hospitalar. E aumentou em 30% o número de atendimentos e de internações na comparação entre outubro e junho deste ano. A taxa de ocupação hospitalar do HRSM foi de 156,9% no mês de outubro e de 113,9% no mês de junho.

A gerente de regulação do hospital, Verônica Prado Miranda, ressalta que os pacientes da unidade passaram a esperar menos por leitos nas clínicas do HRSM – e que isso melhor  o giro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Verônica, gerente de Regulação: menos espera – Foto: Davidyson Damasceno/Iges/DF

Os dados foram apresentados pela gerente durante reunião da Diretoria do Iges-DF para avaliar a regulação interna de leitos gerais de cada unidade (hospitais e UPAs), as ações realizadas para melhoria no tempo de permanência, giro de leitos e taxa de ocupação em enfermaria e UTI.

Também foram mostradas as melhorias proporcionadas pelo instituto, desde a sua criação – como contratação de profissionais de saúde, reformas das unidades e compra de equipamentos etc.

A gerente Verônica Prado Miranda destaca também a implantação da plataforma de ronda diária com visualização em tempo real dos leitos ocupados, livres e bloqueados, como fator importante para a melhoria alcançada no atendimento à população no Hospital de Santa Maria.

Ela ressalta também a implantação do Núcleo Interno de Regulação, que se reúne quatro vezes na semana para uma assistência precisa aos pacientes e um índice maior de desospitalização.

E destaca, também, a avaliação permanente de todas as clínicas e Pronto-Socorro para diminuir o tempo de permanência. Por fim, salienta também como importante a avaliação de prontuários para desospitalização, liberação de leitos das clínicas para UTIs e pronto-socorro no período da manhã e implantação de um grupo de higienização para agilizar a limpeza dos leitos.

Para o presidente do instituto, Francisco Araújo, todo esse esforço visa melhorar o atendimento à população com soluções de gestão. “Nosso papel é dotar a estrutura de mecanismos de gestão que proporcionem melhorias no atendimento através de processos inovadores nas unidades envolvendo todas as equipes, tanto de apoio quanto de assistência. Essa sinergia gera resultados, e tanto os usuários quanto os profissionais de saúde são beneficiados”, explicou Araújo.

Postagem:http://egnews.com.br

Fonte: Agência Brasilia * Com informações do Iges-DF