Será nesta segunda (09), a partir das 09 horas, no Plenário da CLDF

“Vale lembrar que, neste ano, 32 mulheres foram mortas pelo fato de serem mulheres. O número já é 14% maior do que em 2018, quando ocorreram 28 casos desse crime cruel, que não escolhe lugar nem hora, o que dificulta ainda mais as ações preventivas” (dep. Cláudio Abrantes – Vice-Presidente da CPI do Feminicídio).

Será uma grande oportunidade para a sociedade debater sobre as políticas públicas em defesa da mulher!

 

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Helio Rosa (Jornalista Reg. 12720/DF e Editor-Chefe do BSB TIMES)