23.2 C
Brasília, BR
quinta-feira, abril 2, 2020

Garota de programa, Bibi Perigosa teria planejado morte de PM

Duas mulheres e dois adolescentes foram presos nesta segunda-feira (30/03) pelo crime cometido em fevereiro deste ano

Investigações apontam que as duas envolvidas na morte do sargento reformado da PM eram garotas de programa

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

 

As investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) sobre da morte do sargento reformado da PMDF Angelo Sebastião de Ávila apontam que as duas jovens presas nesta segunda-feira (30/03) trabalham como garotas de programa.

O corpo do sargento foi encontrado esfaqueado às margens da DF-295, em Cristalina (GO). Conforme o apurado pela 30ª DP (São Sebastião), as prostitutas conheceram o policial um dia antes do crime e pagaram uma corrida da Rodoviária de Planaltina ao município goiano de Marajó. Ele tinha o costume de realizar viagens informais.

A corrida aconteceu como o planejado. Quando a vítima chegou ao destino, os dois menores, a pedido das garotas, embarcaram no carro. As investigações apontam que os adolescentes mataram Angelo com diversas facadas e jogaram o corpo na rodovia.

As mulheres foram indiciadas por latrocínio e corrupção de menor. Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e estarão sujeitos à medida de internação por até 3 anos. A operação contou com a participação de 25 agentes de polícia e cinco delegados.

No total, os investigadores cumpriram dois mandados de prisão preventiva, cinco de busca e apreensão domiciliar e dois de busca e apreensão de menor infrator, em Planaltina (DF), Luziânia (GO) e Marajó (GO).

PCDF/DIVULGAÇÃOcarro

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Justiça do DF nega revogar prisão de pai que matou próprio filho

Defesa de Francisco Canindé de Almeida alegou que condenado é idoso e faz parte do grupo de risco da Covid-19

A Justiça do Distrito Federal negou o pedido de revogação da prisão de Francisco Canindé de Almeida, 67 anos, acusado de matar o próprio filho a facadas durante uma discussão, ocorrida em julho do ano passado.

Para o Ministério Público do Distrito Federal, autor da ação que corre contra Francisco, não há nenhum respaldo legal razoável para justificar a prisão em regime domiciliar do condenado.

Ao analisar o pedido, o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) constatou que “não há qualquer elemento novo ou qualquer alteração no quadro fático específico que possa justificar, neste momento, a revogação da custódia cautelar do acusado”.

O crime

Francisco e o filho André Pereira de Almeida, 33 anos, brigaram após a vítima se recusar a dar uma carona ao pai. Em depoimento, o criminoso afirmou que pediu para ao rapaz levá-lo à casa de uma neta, no Recanto das Emas, pois queria passear com ela. No entanto, André teria se recusado, o que deu início às discussões.

“André continuou bebendo e, após discutirem durante um tempo, ele aceitou levar Francisco até a casa da garota. No local, a mãe da criança se negou a dar a neta para que o avô a levasse, pois já estava muito tarde. Irritado, o suspeito voltou a discutir com o filho, que o deixou, sozinho, no Recanto das Emas”, revelou o delegado Vander Braga, a frente das investigações na época.

Para voltar até sua casa, em Santa Maria, Francisco precisou pegar um ônibus. No trajeto, segundo Braga, ele teria planejado o crime. “Acredito que fez todo o percurso alimentando essa ideia. Ao chegar, brigou novamente com a vítima e a golpeou com a faca”, acrescentou o policial. (Com informações do TJDFT)

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Homem que queimou, apedrejou e matou morador de rua é preso

O autor do homicídio duplamente qualificado tem 27 anos e também vivia na rua. Aos agentes, ele confessou ter assassinado José de Cerqueira

PMDF e CBMDF em local de homicídio

CBMDF/DIVULGAÇÃO

 

Investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) prenderam, na manhã desta sexta-feira (27/03), o suspeito de queimar, apedrejar e matar um morador de rua nessa quinta-feira (26/03).

O criminoso estava em liberdade provisória há oito meses. Se for condenado, pode ficar entre 12 e 30 anos na prisão.

Outra vítima

Esta semana, a PCDF prendeu um motorista de aplicativo acusado de matar um morador de rua, no dia 20 de fevereiro, em Ceilândia. A motivação teria sido vingança, pelo fato de a vítima ter assaltado o suspeito.

Também no começo desta semana, o DF registrou um outro homicídio. Um homem foi executado a tiros em plena luz do dia na avenida principal do Paranoá. Câmeras de segurança instaladas perto do local do crime filmaram o momento em que a vítima tenta, em vão, escapar dos assassinos.

Em determinado instante, uma pessoa, ainda não identificada, escorrega próximo a um degrau e cai. Três homens se aproximam correndo e abrem fogo. Em seguida, fogem a pé.

Em 9 horas, três homens são baleados no DF. Dois morrem

As ocorrências foram registradas nesse sábado (21/03), em Brazlândia, Riacho Fundo e Santa Maria

Resultado de imagem para Em 9 horas, três homens são baleados no DF. Dois morrem

Em nove horas, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) fez três atendimentos de vítimas de arma de fogo no Distrito Federal. Duas não resistiram e morreram no local. As ocorrências foram registradas nesse sábado (21/03).

Ele apresentava ferimento por projétil de arma de fogo no antebraço direito, que transfixou para o abdômen. Estava consciente, orientado e estável. Foram mobilizadas duas viaturas e oito militares para essa ocorrência.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Um rapaz de aproximadamente 18 anos morreu, na Quadra 45, próximo ao Posto de Saúde de Brazlândia, às 21h31. O jovem tinha marcas de tiro no tórax, na coxa direita e no abdômen. O Corpo de Bombeiros confirmou o óbito no local.

O terceiro atendimento ocorreu no Núcleo Rural Sucupira, Chácara 9, em frente ao Lote 4, no Riacho Fundo I. O crime foi registrado às 22h50. Francisco Flávio da Silva Fernandes, 33, tinha perfurações de bala na cabeça e não resistiu. O local ficou aos cuidados da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF)

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Técnico em enfermagem é suspeito de estuprar paciente em UTI

O homem foi preso. Ele tem 49 anos, trabalhava em hospital de Ceilândia havia dois meses e não tinha antecedentes criminais

 

Um técnico em enfermagem de um hospital particular de Ceilândia foi preso na madrugada desta quarta-feira (18/03) por estupro de vulnerável. A paciente, de 47 anos, está em coma e internada na unidade de tratamento intensivo (UTI). A prisão em flagrante foi realizada por agentes da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia).

O suspeito é casado, tem 49 anos e trabalhava na unidade de saúde havia dois meses. Ele não tinha antecedentes criminais. O fato foi testemunhado por uma funcionária da limpeza e um enfermeiro. Quando os funcionários chegaram, o homem estava com o pênis ereto e a roupa suja de sangue. O técnico em enfermagem negou os fatos.

O suspeito foi conduzido à carceragem e, se condenado, pode pegar até 15 anos de prisão. De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, há suspeitas de que ele possa ter abusado de outra paciente — caso que ainda será investigado.

Ao Metrópoles, o Hospital das Clínicas informou que o funcionário é ligado a uma empresa que aluga o espaço da UTI. Acrescentou que, apesar do suposto crime ter ocorrido dentro do complexo de saúde, a responsabilidade pela gestão da unidade de tratamento intensivo é da locatária. A reportagem não conseguiu contato com a empresa.
REPRODUÇÃOEm nota, Hospital das Clínicas diz que acusado não é funcionário da unidade de saúde
Em nota, Hospital das Clínicas diz que acusado não é funcionário da unidade de saúde

A assessoria de imprensa da Domed Produtos e Serviços de Saúde informou, por meio de nota, que, ao ser informada sobre a denúncia, “procurou imediatamente a Polícia Civil do DF para noticiar o fato”. Segundo a empresa, o funcionário em questão foi “imediatamente demitido”.

“Esclarecemos ainda que, conforme protocolo de rotina de empresa, antes da contratação do funcionário, foram levantados seus antecedentes criminais não havendo nenhum tipo de apontamento à época. Asseguramos que a segurança dos nossos pacientes é nossa prioridade e que não compactuamos com qualquer tipo de desvio de conduta em nossa UTI”, finalizou a empresa.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Homem é acusado de estuprar e manter companheira em cárcere no DF

O autor, segundo a Polícia Civil, estava em prisão domiciliar por tentativa de homicídio contra a vítima, que mora em Sobradinho II

Um homem de 33 anos foi preso em flagrante por manter a companheira em cárcere privado. A jovem de 25 anos permaneceu trancada em uma casa na Vila Basevi, Sobradinho II, por uma semana. No cativeiro, a vítima sofreu estupro, cortes pelo corpo e graves ameaças. Durante a prisão, que ocorreu na noite desse domingo (15/03), o criminoso reagiu, enfrentou os policiais, ameaçou a mulher e a filha do casal de morte. A investigação é conduzida pela 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II).

No texto, a mulher relatou que estava presa em casa há cerca de uma semana. Detalhou que foi agredida, estuprada, maltratada e sofreu injúria.

O autor, segundo a Polícia Civil, estava em prisão domiciliar por tentativa de homicídio contra a vítima. Ele saiu da prisão há cerca de 10 dias. “Imediatamente, o homem foi em busca da companheira. O suspeito a atraiu para o cárcere privado alegando que queria conversar sobre a filha do casal”, ressaltou o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio de Carvalho.

“Ela estava sofrendo ameaças de morte o tempo todo. Teve a perna cortada várias vezes com uso de uma faca. O autor fez diversas ameaças à própria filha de apenas 1 ano de idade”, completou o policial. O agressor tem uma vasta ficha criminal, que inclui passagens por roubos, violência doméstica, uso de drogas e ameaças.

O criminoso foi autuado por cárcere privado, estupro, lesão corporal, ameaça, resistência, injúria, descumprimento de medida protetiva e violência doméstica nos termos da Lei Maria da Penha. Somadas, as penas podem chegar a 30 anos de prisão.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Homem com maconha diz ter coronavírus para evitar abordagem no DF

Polícia não acreditou no suspeito e no motorista do carro em que estavam e encontrou 1,4kg da droga no interior do veículo

 

O novo coronavírus já está sendo usado por bandidos para tentar fugir da polícia na capital do país. Um deles disse que tinha o Covid-19 como desculpa para não ser abordado durante uma operação da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), no início da madrugada desta segunda-feira (16/03), em Samambaia.

O passageiro dirigiu-se aos policiais e afirmou que tinha coronavírus, por isso, era melhor não ser revistado, para evitar o contágio. Os militares não deram por satisfeitos e fizeram a busca veicular. A droga foi encontrada dentro do carro.

Os dois suspeitos seguiram para a 26ª Delegacia da Polícia (Samambaia), onde foram autuados por tráfico de drogas. Segundo as autoridades, a dupla conta com passagens por furto, receptação e porte ilegal de arma de fogo.
Fonte: Metropoles

Adolescente é apreendido após esfaquear jovem pelas costas no DF

Crime ocorreu na madrugada deste sábado (14/03), em Brazlândia. Com o infrator, outros dois menores também acabaram detidos

Um adolescente de 15 anos foi apreendido por lesão corporal, por volta das 2h45 deste sábado (14/03), na Rua do Lago, em Brazlândia.

Na unidade de saúde, a vítima contou aos policiais militares que três pessoas entraram em discussão com ele e, no momento em que ele se distraiu, um deles veio por trás e lhe deu uma facada nas costas.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

A vítima passou todas as características e os nomes dos suspeitos, que já eram conhecidos pela equipe da PMDF. Ao chegar na Rua do Lago, os trio foi abordado e, com eles foram encontradas duas facas.

Os três adolescentes foram conduzidos à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA II), sendo um deles autuado por ato infracional análogo ao crime de lesão corporal.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Ataque de fúria. Mulher joga álcool e ateia fogo no marido

A suspeita teria discutido com o companheiro e logo depois pegado um vidro de álcool e jogado sobre o corpo do homem

 

Policiais civis da 35ª DP (Sobradinho II) prenderam uma mulher em flagrante após ela ser acusada de atear fogo no próprio marido, na noite dessa quarta-feira (11/03). A acusada, 27 anos, teria discutido com o companheiro e logo depois pegado um vidro de álcool e jogado sobre o corpo do homem.

De acordo com chefe da 35ª DP, Laércio de Carvalho, a mulher havia tentado matar o companheiro anteriormente. “Ela deu vários socos, chutes, além de tentar queimá-lo”, explicou o delegado.

O marido da mulher havia registrado outra ocorrência contra ela anteriormente, após ela tentar esfaqueá-lo.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Mulher que esfaqueou marido no pescoço usará tornozeleira

Decisão foi tomada em audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (12/03)

 

O Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) decidiu que a mulher presa após esfaquear o companheiro no pescoço durante briga usará tornozeleira eletrônica por 90 dias.

De acordo com informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), que fez a prisão em flagrante da mulher, havia uma festa na residência, com som alto durante toda a madrugada e consumo de bebida alcoólica.

Em determinado momento, teria começado uma briga entre o casal. A mulher pegou uma faca na cozinha e golpeou o companheiro no pescoço.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Regional de Taguatinga. A mulher foi encaminhada para a 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), onde foi autuada por tentativa de homicídio.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles