20.8 C
Brasília, BR
segunda-feira, fevereiro 24, 2020

Conheça o Conselho de Desenvolvimento do DF – CDDF

Saiba mais sobre o Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF)

Saiba mais sobre o Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF)

O Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) trabalha com ações macros e tranversais, como a implantação ou reestruturação das ADE’s, capacitação profissional e vocacional, roteiro turístico por eixos.

O instrumento segue o passo a passo de levantamento dos atores, identificação das vocações locais e a formalização de parcerias governamentais e não governamentais para elaboração, execução e monitoramento de políticas públicas compartilhadas. Busca também fortalecer projetos existentes, bem como criar ações emergenciais locais, de acordo com as demandas.

Originou-se na criação da Região Norte com 11 cidades integrantes na sede do Siderbrás no SAS Quadra 02. A partir daí foram surgindo interessados para criarem também em suas regiões.

A segunda criação foi a Região Oeste, em Taguatinga, com a participação de 09 cidades. A terceira na Região Sul com 07 cidades em Santa Maria. A quarta foi a Região Centro no Guará Park, integrando mais 08 cidades.

A quinta reunião foi a Posse da Diretoria do Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) celebrada no Edifício Siderbrás SAS Q.02 com todos os representantes das regiões norte, sul, oeste e centro do DF, bem como dos novos integrantes da Região Metropolitana Sul e Norte do Entorno do DF.

Hoje, são 34 potenciais regiões administrativas do DF e 33 municípios da Região Metropolitana que integram o CDDF e que passarão por um curso, agora em fevereiro, para o nivelamento das diretrizes do órgão.

O curso tratará de temas para a gestão compartilhada entre sociedade civil e governo nas políticas públicas. Os quase 1.200 participantes vão receber informações para a elaboração de um Plano de Desenvolvimento Local para executarem em suas cidades.

As diretorias executivas dos conselhos de desenvolvimento locais estão sendo estruturadas e orientadas para o verdadeiro papel dos conselheiros frente às demandas locais que servirão para fortalecer o desenvolvimento regional.

Atualmente, o CDDF está dando posse às diretorias executivas das regiões centro, oeste, sul, norte e região metropolitana sul e norte. Após a posse e o cadastramento dos conselheiros, virá o curso de formação e o fórum de desenvolvimento para a elaboração de uma Carta de Propostas para a instrumentalização de políticas públicas para o desenvolvimento regional compartilhado.

A luta esta sendo árdua e difícil para montarmos as equipes (escolhemos as melhores lideranças) que formam as 6 regiões do projeto, o exito esta tão grande que já estamos sendo contactados por lideranças  de outros estados para apresentarmos a forma e metodologia da criação do Conselho para implantação fora do DF e Região Metropolitana, tudo isso sempre com as bençãos de Deus.

Não poderíamos deixar de expressar nossa gratidão aos políticos e parlamentares incentivadores para o crescimento deste projeto, sendo através de conselhos, orientações ou espaço físico, como: O Superintendente Federal de Agricultura do DF Bernardo Sayão, amigo e padrinho deste Conselho, Deputado Distrital Agaciel Maia, nosso fiel incentivador e conselheiro, capacitando e orientando com sua vasta sabedoria e competência, Secretário Gustavo Ayres, parceiro, prestativo, companheiro e incentivador, Ex-Governador Tadeu Filippelli, Presidente do MDB/DF, homem altamente conhecedor da política do DF, Deputado Federal Júlio Cesar, grande incentivador do esporte do DF, Deputado Distrital Martins Machado, novo na politica mais grande articulador, cada um tem uma parcela pelo exito deste Conselho.

O deputado Agaciel Maia enviou um vídeo de apoio e sugeriu também que nas administrações regionais poderá ser criado um Conselho Permanente de Preservação para combater a grilagem e invasão de terras.

 

Diretoria Executiva do CDDF

Eugênio Piedade (Presidente CDDF – Conselho de Desenvolvimento do DF)-99929.1587
Helio Rosa – Vice-Presidente
Mateus Lolas – Secretário Executivo
ZeroRoberto Furquim – Diretor Administrativo
Denize Franco – Diretor de Comunicação
Tânia Coelho – Diretora Financeira
Valquíria Félix – Diretora de Mobilização
Eliseu Kadesh – Diretor de Capacitação
Milton Benício – Diretor de Fiscalização
Maria Angélica – Diretora de Eventos
Leonardo Rezende – Diretor da Juventude
Iza Souza – Diretora da Mulher
Assessora de Publicações – Sheila Patrício
Assessor de Gestão – Tiago Silva
Assessora Jurídica – Natália Alves

 

Qualquer contato para mais informações, seguem os WhatsApp’s (061) dos representantes das regiões:

98149 9334 – Eliseu Kadesh (Presidente da Região Oeste)
99829 1149 – Tânia Coelho (Presidente da Região Centro)
99923-5445 – Wander Albuquerque (Presidente da Região Sul)
99285 7514 – Estevão Reis (Presidente da Região Norte)
99238 5173 – Ítalo Luís (Presidente da Região Metropolitana Norte)

O Conselho de Desenvolvimento do DF reúne-se com Victor Paulo, Secretário de Relações Institucionais

Região Norte do DF tem três Conselheiros no TCDF

Anilceia Machado, Paulo Tadeu e Dr. Michel

Desta vez, Planaltina poderá ter o distrital Cláudio Abrantes como Conselheiro no TCDF

Em 2.001, o então governador Roriz estava articulando com a CLDF para indicar o distrital Daniel Marques, mas acabou apoiando a indicação do distrital Renato Rainha

O ex-distrital Daniel Marques é muito articulador, ajudou a eleger por duas vezes como Deputado Distrital, Dr. Michel (2.010/2014 – 2.015), e depois conseguiu emplacá-lo no Tribunal de Contas do DF (2.015), realizando um sonho. Atualmente, Daniel trabalha para o Distrital Cláudio Abrantes, que está no páreo para concorrer esta nova indicação na aposentadoria do Conselheiro do TCDF Manoel de Andrade.

Claudio Abrantes é líder do governo Ibaneis, é um distrital muito fiel e um estudioso das leis que fiscalizam os recursos públicos, pois está em seu quarto mandato, sendo o primeiro (2007/2009) e o terceiro (2015/2018) assumido como suplente.

Conheça os Conselheiros do TCDF

Presidente Conselheira Anilcéia Luzia Machado

Conselheira: ANILCÉIA LUZIA MACHADO

Sobre a Conselheira

A Conselheira Anilcéia Machado tomou posse nesta Corte em 22 de fevereiro de 2006 e, desde então, tem se dedicado com tenacidade às atividades de Controle Externo. Natural de Itapaci, em Goiás, a Conselheira é graduada em Ciências Econômicas. Já foi Administradora Regional de Sobradinho; Coordenadora da Política do Idoso, na Secretaria de Estado de Assistência Social do DF e Deputada Distrital.

Vice-Presidente Conselheiro Márcio Michel

Conselheiro: MÁRCIO MICHEL

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro Márcio Michel tomou posse no Tribunal de Contas do Distrito Federal no dia 02 de setembro de 2015. É delegado aposentado da Polícia Civil do Distrito Federal. Foi eleito deputado distrital por duas vezes, tendo exercido os mandatos entre os anos de 2011 e 2015. É formado em Direito e pós-graduado em Segurança Pública, Direito Processual Penal e Direito Público.

Conselheiro Paulo Tadeu

Conselheiro PAULO TADEU

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro Paulo Tadeu tomou posse no Tribunal de Contas do Distrito Federal no dia 08 de outubro de 2012. Natural de Sobradinho – DF, ele foi servidor da Companhia Energética de Brasília (CEB) e diretor do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Energia Elétrica. É graduado em Arquivologia pela Universidade de Brasília. Em 1998, tornou-se o mais jovem parlamentar da Câmara Legislativa do DF. Foi deputado distrital por mais duas legislaturas. Também se elegeu deputado federal e ainda assumiu o cargo secretário de Governo do DF.

Conselheiro Antonio Renato Alves Rainha

Conselheiro: ANTONIO RENATO ALVES RAINHA

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro Renato Rainha tomou posse nesta Corte em 21 de dezembro de 2001. É bacharel em Direito,  pós-graduado em Ciências Políticas e em Direito Processual. Natural de Presidente Prudente, em São Paulo, o Conselheiro também já foi delegado da Polícia Civil do DF, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do DF e deputado distrital.

Conselheiro Manoel Paulo de Andrade Neto

Conselheiro: MANOEL PAULO DE ANDRADE NETO

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro Manoel Paulo de Andrade Neto tomou posse no TCDF no dia 04 de julho de 2000. É bacharel em Direito e licenciado em Geografia. Foi diretor- tesoureiro e presidente do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários do DF; vice-presidente da Federação Nacional dos Condutores Autônomos e Transportadores Autônomos de Bens; diretor da Confederação dos Transportes; diretor da Regional Centro-Oeste do SEST/SENAT. Também exerceu o cargo de deputado distrital e secretário de Administração do Distrito Federal.

Corregedor Conselheiro Inácio Magalhães Filho

Conselheiro: INÁCIO MAGALHÃES FILHO

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro Inácio Magalhães tomou posse no cargo em 05 de maio de 2010 e, desde então, se dedica a garantir o perfeito funcionamento da máquina pública. Antes disso, foi Analista de Finanças e Controle Externo do TCDF e procurador do Ministério Público de Contas. É professor, especialista em Auditoria Governamental pela ESAF e Doutor em Direito pela Universidade Autônoma de Lisboa, em Portugal.

Conselheiro José Roberto Paiva Martins

Conselheiro: JOSÉ ROBERTO DE PAIVA MARTINS

Sobre o Conselheiro

O Conselheiro José Roberto de Paiva Martins tomou posse no cargo em 22 de agosto de 2013. Antes disso, foi auditor e também atuou como conselheiro-substituto, de junho de 1991 até 2013. Já foi analista de finanças e controle externo do Tribunal de Contas da União, tendo exercido, entre outros, os cargos de Secretário de Planejamento e Secretário-Geral da Presidência do TCU. Também foi auxiliar judiciário do então Tribunal Federal de Recursos, hoje Superior Tribunal de Justiça.

Fonte: Blog do Helio Rosa com informações do TCDF

Palocci denuncia RBS TV, afiliada da TV GLOBO

Resultado de imagem para rbs tv

Em delação premiada, o ex-ministro de governos petistas Antônio Palocci afirmou que atuou para que o Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) beneficiasse a RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul. A notícia foi destaque ontem, 30, do Jornal da Record.

Segundo Palocci, teriam sido pagas propinas a conselheiros do CARF para cancelar uma multa da RBS de R$ 500 milhões com a Receita Federal. A multa foi aplicada porque a Receita considerou que uma fusão da RBS com a Telefônica, em 1999, tinha apenas a intenção de sonegar impostos.

Palocci revelou que 12 anos depois, em 2011, quando já era ministro da Casa Civil, no governo Dilma Roussef, recebeu no gabinete o então presidente do Grupo RBS, Nelson Sirotsky, e o diretor da afiliada, Paulo Tonet Camargo. A dupla teria pedido ajuda de Palocci para conseguir o perdão da dívida.

O então ministro afirmou que poderia ajudar, mas que em paralelo, a empresa deveria também procurar os conselheiros para convencê-los. Camargo e Sirotsky teriam se comprometido então a pagar proprina a integrantes do órgão, segundo a delação.

Além dos subornos, o ex-ministro afirmou que começou uma ação governamental para resolver o problema da RBS e sugeriu que a Rede Globo entrasse na questão falando diretamente com Dilma. Depois disso, a presidente teria dado sinal verde para Palocci resolver a questão.

Palocci então procurou o secretário executivo do ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, comunicando que a multa tinha que ser resolvida por tratar-se de uma ordem presidencial. De acordo com ele, graças à atuação do governo e o pagamento da proprina, o Carf perdoou a multa milionário da RBS.

– A contrapartida, segundo Palocci, seria o apoio dos veículo do grupo RBS à Dilma Roussef.

A assessoria da Rede Globo afirma que não tem relação com o caso. Já o Grupo RBS não se pronunciou.

Fonte: Polibio Braga 

Governador Ibaneis Rocha ainda procurando solução para sanar folha de pagamento após decisão do TCU

Resultado de imagem para ibaneis rocha
“O TCU não serve para nada’, diz Ibaneis após decisão que restringe recursos do GDF”
Por: Eugênio Piedade

Com a chegada de Ibaneis Rocha, Brasília está mudando para melhor, ele como excelente advogado e profundo conhecedor de leis, tenta desentranhar a burocracia que impede o desenvolvimento da cidade, mais a tarefa parece ser difícil por conta do desinteresse dos órgãos controladores das contas públicas.

O corte proibiu o Executivo local de usar o Fundo Constitucional para pagar benefícios a aposentados e pensionistas da Saúde e Educação.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) fez duras críticas ao Tribunal de Contas da União (TCU) em agenda pública quinta-feira (15), em Brasília. Segundo o governador, o TCU “é um órgão que, na minha visão, […] não serve para nada. A não ser para atrapalhar a vida de governos e de governantes”.

Resultado de imagem para tcu-df

Após o desabafo do Governador de Brasília Ibaneis Rocha sobre os desmandos, poder e a falta de interesse pelo crescimento do DF por parte dos Conselheiros do Tribunal de Contas da União, peguei-me a analisar e pensar: Gastam bilhões e bilhões com esses órgãos de controle que só travam!

No caso do TCU a decisão é provisória e deve ser cumprida em 30 dias. Segundo o GDF, a medida pode implicar na suspensão do pagamento dos benefícios desses servidores inativos. O Executivo local também disse que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

E no caso do DF? O que faz com que Deputados com suas carreiras em grande ascensão e com imensa possibilidade de vôos bem mais altos largarem de repente seus mandatos, traírem seus eleitores que não mediram esforços para ver seu parlamentar brigando e fazendo leis sentados em uma cadeira na Câmara Distrital ou Federal e optarem pelo cargo no TCDF?

Resultado de imagem para tcu-df

Será por ser vitalício, ou pelo poder, status ou independência financeira para si e seus dependentes? Todos nós sabemos que temos que mudar muitas coisas e leis em nosso país, as discrepâncias entre classes é tamanha, onde poucos ganhando muito e muitos quase nada!

Ainda no caso do DF, o que ocorre em relação às análises de prestação de contas de gestores da nossa cidade, somos todos sabedores de várias irregularidades existentes em seus mandatos e sempre suas contas são aprovadas ou tem suas contas aprovadas com ressalvas que, logo em seguida, aprovadas definitivamente.

Passam gestão e gestão, e fica a mesma coisa, governadores que entram sempre pegam a cidade um caos financeiramente, arrocham o povo com a falta de serviços públicos e os empresários com adiamento de recebimento de serviços prestados para que não ultrapassem a Lei de Responsabilidade Fiscal. QUEM SOFRE COM TUDO ISSO É SEMPRE A POPULAÇÃO.

Resultado de imagem para restaurante comunitário fechado

Empresas fechando por conta da falta de pagamento do Estado por serviços prestados e não recebidos, funcionários públicos sem receberem ou com seus salários atrasados, restaurantes comunitários que atendem a população mais carentes constantemente fechados por falta de pagamento (alimento) a seus contratados por seus serviços prestados e o povo com a falta de atendimento de qualidade nos serviços públicos, cidades mau cuidadas e tendo a frente gestores sem competência ou qualquer experiencia em administração.

Acreditamos na ordem e celeridade da gestão do Governador Ibaneis que não fica calado quando vê instituições de órgãos de controle querendo atrapalhar o desenvolvimento do Distrito Federal.

Os brasilienses esperam que os novos conselheiros indicados pelo governador Ibaneis Rocha e outros pela CLDF, que comporão os quadros do TCDF sejam mais atuantes em prol da população, seguindo um grande exemplo do Conselheiro Manoel de Andrade, que foi o único que reprovou as contas do ex-governador Rodrigo Rollemberg por ter descumprido a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Resultado de imagem para rollemberg e lei de responsabilidade fiscal

Entre 2018, o ex-Governador Rollemberg reincidiu em sete das 12 ressalvas feitas em relação às contas de 2017, restando três atendidas e duas parcialmente atendidas.

No ano passado, o Executivo trabalhou com um orçamento global de R$ 45,3 bilhões. No entanto, as despesas verificadas somaram R$ 37,3 bilhões (0,2% a mais que em 2017), já as receitas ficaram em R$ 37,1 bilhões (0,6% a mais que em 2017).

Governador, Senadores, Deputados Federais, Distritais e políticos, lutemos pela população do Distrito Federal  tenho certeza e com fé em Deus faremos uma cidade melhor para nossos filhos e netos.

Fonte: EG NEWS

CDDF: O Conselho criado para o fortalecimento das políticas públicas no DF e RIDE

O Conselho do Momento para o DF e RIDE

Ultimamente o que mais se perguntam nos corredores do Palácio do Buriti e na CLDF é: O que é esse CDDF? O quê o Presidente Eugênio Piedade quer? E o que querem as pessoas envolvidas?

Tudo é muito simples, o Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF), com seus mais de 1.000 Conselheiros, tiveram um pensamento coletivo: Gerar Desenvolvimento neste território, através de projetos e ações de capacitação, empreendedorismo e turismo, propondo uma gestão compartilhada entre o governo e a sociedade civil.

Nada se faz sozinho, o Estado, a iniciativa privada e a sociedade civil organizada devem se unir para ter mais eficácia nas políticas públicas, comentou Eugênio Piedade.

Sua estrutura é composta de especialistas em empreendedorismo, jornalismo, marketing, publicidade, administração pública, pedagogia, construção civil, economia criativa, mercado compartilhado, sustentabilidade, agentes comunitários etc… Um excelente quadro de consultores e instituições do Terceiro Setor que compõem o balcão de projetos do CDDF

Helio Rosa, Estevão Reis e Eugênio Piedade

Um Conselho que originou pela Região Norte do DF, através do publicitário, jornalista e empresário da construção civil, Eugênio Piedade (Itapoã), que convidou o empresário fintech Helio Rosa (Planaltina) para vice-Presidente e, em seguida, o servidor público Estevão Reis (Sobradinho) para a Superintendência da Região Norte. Atualmente o CDDF integra as regiões norte, sul, centro e oeste do DF, bem como a Região Integrada de Desenvolvimento Econômico – RIDE (Entorno) e já recebeu convites de outros estados e do Palácio do Planalto para a implantação.

Os projetos macros são transversais e estão focados nos principais problemas sociais, onde foram feitos levantamento de dados para que em seguida pudesse elaborar as estratégias para o desenvolvimento na geração de trabalho e renda e na valorização das vocações locais. Com isso alcançar os resultados econômicos e sociais utilizando o empreendedorismo e o turismo.

O primeiro levantamento executado foi o da Cidade do Itapoã, o presidente Eugênio Piedade pesquisou minuciosamente, andou em todos os pontos das cidades conversou com moradores, diretores de escolas, comerciantes e da população quanto às suas necessidades, dificuldades e possíveis soluções dos problemas encontrados na cidade. Emfim um levantamento que contem 37 paginas que entregues para os governantes seria mostrar a real situação das cidades e assim ajudar a sua comunidade.

 

Projetos elaborados por técnicos do CDDF  –  EXCLUSIVOS

Vimos a necessidade de combater emergencialmente no DF os 7,5% de desemprego das mulheres e os 6,5% de desemprego de jovens, utilizando palestras, cursos, as tecnologias digitais e a redução de desperdícios de água, energia e resíduos. Apresentamos inicialmente três propostas promissoras: O Projeto ATUAR para Mulheres, o Jovem MEI Digital e o Reduzir Desperdício, além de darmos sequência na Capacitação, através dos Workshops 05 Passos para o Desenvolvimento, salientou Helio Rosa (MBA em Administração Pública e vice-Presidente do CDDF).

O poder do foco: tudo é uma questão do quanto você quer e o quanto está disposto a fazer para conseguir

São 30 Diretores, 06 Superintendentes que, através dos Conselhos de Desenvolvimento Locais (em média 15 cada), cuidam de 32 regiões administrativas, mais 02 que serão criadas no DF, e 29 municípios da RIDE (Entorno do DF). E juntos vão elaborar os Planos de Desenvolvimento em cada cidade que tem um Conselho.

CDDF / CD-Ceilândia

CDDF / CD-Estrutural

CDDF / CD-Sol Nascente/Pôr do Sol

CDDF / CD-Braslândia

CDDF / CD-Planaltina e Arapoanga/Vale do Amanhecer

CDDF / CD-Águas Claras

CDDF / CD-Arniqueira/Areal/ADE

CDDF / CD-Itapoã

CDDF / CD-Guará

CDDF / CD-Fercal

CDDF / CD-Paranoá

CDDF / CD-Cruzeiro

CDDF / CD-Núcleo Bandeirante

Fonte: Blog do Helio Rosa com informações do CDDF – Fotos: Redes sociais e internet.

 

Conheça Eugênio Piedade, Presidente do Conselho de Desenvolvimento do DF

O Presidente do Conselho de Desenvolvimento do DF, Eugênio Piedade, como é conhecido, é Consultor Empresarial e Publicitário, nasceu na cidade de Viana no Maranhão, chegou em Brasília em fevereiro de 1967 com nove anos de idade vindo morar na quadra 709 norte com seu pai e sua família, mudou-se para o Cruzeiro Velho em 1971 onde morou por muito tempo, passando depois pela Asa Sul e Lago Sul, em 1979, casou-se e voltou a morar no Cruzeiro Novo, Asa Sul, em 2.000 veio morar no Itapoã (Condomínio Mansões Entre Lagos) onde passou a gostar e trabalhar politicamente pela Cidade.

Casado pai de 3 filhos (Danilo, Gisele e Szafir), tem certeza que a união na família e o alicerce de tudo, sempre trabalhou voltado para as pessoas mais carentes, já executou vários projetos para atender carentes, não gosta de expor, sempre fala que quem tem que saber das ações que faz é Deus e a pessoa que esta sendo assistida. E uma pessoa extremamente amiga e fiel, sempre que vê algum amigo em dificuldade faz de tudo para ajuda-lo, as vezes até trazendo prejuízo e decepções para si próprio.

Posse do CDDF

Recentemente idealizou o Conselho de Desenvolvimento da Região Norte do Distrito Federal, reuniu alguns amigos (Helio Rosa, Tiago Lucero e Estevam Reis) e conhecedores das regiões onde moram e, após várias reuniões e em consenso resolveram colocar em prática. A repercussão foi tão grande com a criação da Região Norte que os telefones não pararam de tocar com solicitações para que fosse dado orientações às outras regiões para criação de seus conselhos.

O presidente do CDDF Eugênio Piedade no meio do vice Helio Rosa e do padrinho Bernardo Sayão

Eugênio Piedade teve seu primeiro emprego na antiga Ornatu’s Decorações na quadra 512 Sul, onde era auxiliar de administração, serviu a Pátria no 32º GAC. Ao cumprir seu dever Cívico, foi convidado para ingressar no antigo SNI, por seus cunhados Waldo Almeida e Fatima Rodrigues, prestou concurso sendo aprovado para Auxiliar de Segurança, e por sua dedicação, interesse profissional e esforço em 6 meses já estava sendo transferido para o protocolo, desde então sua ascensão profissional só cresceu, chegando ao Palácio do Planalto onde sendo concursado da Presidência da República prestou seus serviços por mais de 20 anos.

Em Brasília, estudou no CASEB, Elefante Branco, Objetivo SPB e UPIS, prestou alguns cursos profissionalizantes no CETEB. Fez cursos de Como Organizar e Dirigir uma Empresa pela Associação dos Empresários de Pequena e Média Empresas – ADEMPE. Editor de Texto “Carta Certa” do Departamento de Informática da Diretoria Geral da Presidência da República.Cursou Filosofia na Faculdade de Passos.

Prestou serviços no antigo ISS e na Administração Regional do Lago Norte.

Requisitado para a Câmara dos Deputados, teve a honra de trabalhar com o Deputado Marcelo Barbieri, jovem e dinâmico parlamentar paulista, atuando como Assessor Parlamentar, sob a chefia e orientação de Jenner de Moraes, atendendo a população do Estado de São Paulo. Sempre que faço referência a ao amigo Jenner, não canso de dizer que foi com sua orientação e experiência aprendi o que hoje sei sobre política.

Waldo Almeida, Cesar Tupinambá, Jenner Moraes, Eu e Cocentino, amigos do SNI/Câmara dos Deputados

Após adquirir todo esse conhecimento, decidiu sair do serviço público e montar meu próprio escritório de assessoria a municípios, chegou a assessorar aproximadamente 100 prefeituras em vários estados do Brasil, o que faz até hoje.

DF E ITAPOÃ

 Barganha do livro onde a criança trocava tampinhas de refrigerante por livros – Projeto da amiga Lika e apoiado por Eugênio Piedade

Reimplantação da Feira do Itapoã junto ao DER, Eugênio Piedade/Brito/Ludovicce

 Eugênio Piedade sempre ajudando o esporte do DF

Deputado Agaciel Maia e Eugênio Piedade

No ano de 2018, através do Deputado Agaciel Maia conseguiu levar recursos para Escolas em Sobradinho dos Melos no Paranoá e Zilda Arns no Itapoã, transferir de São Sebastião para o Itapoã o Mutirão da Cidadania onde atendeu aproximadamente 10 mil moradores da cidade em atendimentos comunitários, conseguiu também recursos para o Programa de Reprodução Humana do Centro de Ensino a Pesquisa em Reprodução Assistida (CEPRA) situada no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), Projeto que estava parado e prestes a ser encerrado e muitas outras ações para o morador mais carente do DF.

Com o envolvimento das atividades públicas e conhecedor da demanda por informações consistentes e elucidativas criou o Portal de Notícias EG NEWS e a Agência de Publicidade EG MARK, que prestam serviços para diversos Órgão do Governo Federal e Local e são meios de comunicação que levam as notícias e os fatos reais para a população de Brasília.

Eugênio Piedade foi um dos 10 Fundadores da Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política do DF e Entorno 

 Eugênio Piedade foi o idealizador e fundador do Grupo de Blogueiros “Olhos de Águia”

Eugênio Piedade sempre fazendo reuniões com lideranças da Região Norte e principalmente do Itapoã

Eugênio Piedade começou seu trabalho na área Federal em 1979 como funcionário concursado do antigo SNI / EsNI hoje ABIN.

Presidência da República (Serviço Nacional de Informações – SNI)

Segurança de Informações (EsNI)

Protocolo (EsNI)

Gabinete do Ministro – Assessoria – SAE – Secretaria de Assuntos Estratégicos – Palácio do Planalto

Ministro Pedro Paulo Leone Ramos

Ministro Ronaldo Sardemberg

Ministro Eliezer Baptista

Ministro Mario Cesar Flores

Requisitado para Câmara dos Deputados – Assessor Parlamentar do Deputado Marcelo Barbieri – PMDB/SP

Requisitado para Câmara dos Deputados – Assessor Parlamentar do Deputado José Rocha – PFL/BA

Requisitado para Câmara dos Deputados – Assessor Parlamentar do Deputado Valdomiro Meger – PMDB/PR

Diretor Presidente da Empresa – GRUPO EG HOLDING S/A

– Diretor Presidente da Empresa – EGC Serviços de Engenharia Ltda – EG COM

– Diretor Presidente da Empresa – Portal de Notícias EG NEWS Ltda – EG NEWS.

– Diretor Presidente da Empresa – EG MARK Propaganda Ltda

– Diretor Presidente da Empresa – EG FOODS Alimentos Preparados Comércio Atacadista e Distribuidora em Geral Ltda.

Recentemente Eugênio, juntamente com sua esposa Angélica, e o deputado Agaciel Maia e sua esposa Sanzia, receberam uma Medalha de Mérito de Dignidade Humana pelos relevantes serviços prestados à sociedade brasiliense.

Galeria de Fotos

Fotos: Comunicação do CDDF
Fonte: Assessoria do CDDF

Brasília terá um dos maiores complexos de cinema do Brasil

Serão 14 salas no Boulevard Comercial do Complexo Multiuso da Arena BSB

LUCÍOLA BARBOSA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA *

A mexicana Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e a segunda maior do mundo em público, chega a Brasília. O anúncio foi oficializado durante assinatura do Memorando de Entendimento para instalação do Complexo de Cinema no Centro Esportivo de Brasília, nesta terça-feira (27), na Tribuna de Honra do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, pelos representantes da Cinépolis, da Arena BSB e do Governo do Distrito Federal.

A Arena BSB é responsável pelo Boulevard Comercial do Complexo Multiuso, que inclui o Estádio Mané Garrincha, o Ginásio Nilson Nelson e o Complexo Aquático.

Durante o evento, o vice-governador Paco Britto destacou que a chegada da Cinépolis a Brasília representa um ganho para a cidade | Fotos: Vinícius de Melo/Agência Brasília

Presente à cerimônia de apresentação do projeto para construção do mais novo complexo, o vice-governador do Distrito Federal Paco Britto, representando o governador Ibaneis Rocha, ressaltou que as empresas envolvidas podem contar com a segurança jurídica para a realização do empreendimento. “O governador Ibaneis Rocha tem grande satisfação em receber a Cinépolis. Isso só engrandece Brasília”, afirmou Paco Britto, referindo-se à geração de empregos e entretenimento aos brasilienses.

A rede de cinemas Cinépolis vai trazer para a capital um investimento de cerca de R$ 46 milhões. O projeto contempla a implementação de um complexo com 14 salas de cinemas em diferentes formatos e com tecnologia de ponta. Será o maior cinema da cidade e do Centro-Oeste e um dos maiores construídos no Brasil. Além disso, vai gerar 200 empregos diretos e dezenas de outros empregos na sua construção.

“Brasília está pronta para receber uma iniciativa como essa. A assinatura de hoje demonstra que essa nova Brasília acolhe novos investimentos. Estamos trabalhando muito para trazer o que há de melhor para a nossa cidade”, comentou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

Obras
As obras do empreendimento estão previstas para começar no ano que vem. O número de salas no complexo pode chegar até 20 e fornecerão diferentes tipos de experiências, como cinema com espaço kids, salas vip e um drive-in (filme assistido de dentro do veículo). “Nós não vendemos um espaço para assistir filmes, nós vendemos experiências”, pontuou o presidente da Cinépolis Brasil, Luiz Gonzaga de Luca.

“Vamos colocar nosso cliente no centro e trazer o que tem de melhor no Brasil e no mundo para Brasília”, disse o presidente da Arena BSB, Richard Dubois. O embaixador do México, José Ignácio Piña Rojas , enfatizou que o Brasil é o principal sócio comercial de seu país. “A rede Cinépolis é um grupo que está contribuindo para o desenvolvimento econômico e social dos nossos países”, falou.

Participaram também do evento o secretário de Relações Internacionais, embaixador Pedro Luiz Rodrigues, o diretor de expansão da Cinépolis, Adriãn Aquileira, o diretor de Novos Negócios da Terracap, Sérgio Nogueira, a diretora da Arena BSB, Juliana de Castro Alves, empresários e imprensa.

Cinépolis Brasil

A Cinépolis é a maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, com um total atual de 722 cinemas, 5.840 salas 100% digitais, em quinze países. Desde sua chegada ao Brasil, em 2010, é a rede com maior crescimento no mercado. Atualmente, opera 57 cinemas em todo o país, com 422 salas.

Fonte: Metropoles com informações da Secretaria de Turismo

O Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) mostrando a que veio

O Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF), está a cada dia mostrando a que veio, e como quando se faz as coisas com carinho, respeito honestidade, tende a ser um sucesso. Esse Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) já nasceu tão grande e a cada dia ele se espalha por todo o Distrito Federal, mas não é só isso, diante do trabalho muito bem feito por todos os componentes, citando alguns como Eugênio Piedade (Presidente CDDF – Conselho de Desenvolvimento do DF), e todos estes outros que compõem a Diretoria Executiva do CDDF

http://egnews.com.br/wp-content/uploads/2019/02/img-20190105-wa0369-1-1-220x300.jpg

Eugênio Piedade (Presidente CDDF – Conselho de Desenvolvimento do DF)-99929.1587
Helio Rosa – Vice-Presidente
Mateus Lolas – Secretário Executivo
Kleber Karlos – Diretor Sustentabilidade
Denize Franco – Diretor de Comunicação
Tânia Coelho – Diretora Financeira
Valquíria Félix – Diretora de Mobilização
Eliseu Kadesh – Diretor de Capacitação
Milton Benício – Diretor de Fiscalização
Maria Angélica – Diretora de Eventos
Leonardo Rezende – Diretor da Juventude
Lucia Bicalho – Diretora da Mulher
Assessora de Publicações – Sheila Patricio
Assessor de Gestão – Tiago Silva
Assessora Jurídica – Natália Alves

Graças a esse trabalho, o Conselho de Desenvolvimento do DF, tem tido um crescimento agora que se espalha pelo Brasil inteiro, o Governador de Goiás Ronaldo Caiado já está em conversas como o conselho para expandir para todo o estado de Goias e o último que acenou que também vê o conselho como um dos movimentos mais importante do centro oeste e quer conversar, é o governo Federal.

Vejam como está a estrutura do Conselho e onde no DF e quem está engajado neste grande movimento, e os trabalhos como estão a todo vapor:

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2019/01/1548991281145.png?w=700

Região Centro (cor verde); Região Norte (cor marrom), Região Sul (cor azul) e Região Oeste (cor amarela)

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2019/01/1548990727095-1.png?w=700

Região Metropolitana Norte (parte de cima) e Região Metropolitana Sul (parte de baixo)

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2019/01/img-20181128-wa0143.jpg?w=700

O Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) trabalha com ações macros e transversais, como a implantação ou reestruturação das ADE’s, capacitação profissional e vocacional, roteiro turístico por eixos.

O instrumento segue o passo a passo de levantamento dos atores, identificação das vocações locais e a formalização de parcerias governamentais e não governamentais para elaboração, execução e monitoramento de políticas públicas compartilhadas. Busca também fortalecer projetos existentes, bem como criar ações emergenciais locais, de acordo com as demandas.

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2018/11/img_20181128_105413824.jpg?w=700                              Região Norte, reunião no Siderbrás SAS Q.02

Originou-se na criação da Região Norte com 11 cidades integrantes na sede do Siderbrás no SAS Quadra 02. A partir daí foram surgindo interessados para criarem também em suas regiões.

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2018/12/img-20181211-wa0073-630x420.jpg?w=700                             Região Oeste, reunião em Taguatinga

A segunda criação foi a Região Oeste, em Taguatinga, com a participação de 09 cidades. A terceira na Região Sul com 07 cidades em Santa Maria. A quarta foi a Região Centro no Guará Park, integrando mais 08 cidades.

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2019/01/img-20181220-wa0033.jpg?w=700

Região Sul, reunião em Santa Maria

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2018/12/IMG_20181220_211735949.jpg?w=700

Região Centro, reunião no Guará Park

A quinta reunião foi a Posse da Diretoria do Conselho de Desenvolvimento do DF (CDDF) celebrada no Edifício Siderbrás SAS Q.02 com todos os representantes das regiões norte, sul, oeste e centro do DF, bem como dos novos integrantes da Região Metropolitana Sul e Norte do Entorno do DF.

Qualquer contato para mais informações, seguem os WhatsApp’s (061) dos representantes das regiões:

98149 9334 – Eliseu Kadesh (Presidente da Região Oeste)
99829 1149 – Tânia Coelho (Presidente da Região Centro)
99133 3009 – Diones Almeida (Presidente da Região Sul)
99285 7514 – Estevão Reis (Presidente da Região Norte)
99238 5173 – Ítalo Luís (Presidente da Região Metropolitana Norte)

https://blogdoheliorosa.files.wordpress.com/2018/12/IMG-20181227-WA0119.jpg?w=700

Posse do CDDF e integração da Região Metropolitana Norte e Sul

Hoje, são 34 potenciais regiões administrativas do DF e 33 municípios da Região Metropolitana que integram o CDDF e que passarão por um curso, agora em Fevereiro, para o nivelamento das directrizes do órgão.

O curso tratará de temas para a gestão compartilhada entre sociedade civil e governo nas políticas públicas. Os quase 1.200 participantes vão receber informações para a elaboração de um Plano de Desenvolvimento Local para executarem em suas cidades.

As diretorias executivas dos conselhos de desenvolvimento locais estão sendo estruturadas e orientadas para o verdadeiro papel dos conselheiros frente às demandas locais que servirão para fortalecer o desenvolvimento regional.

Atualmente, o CDDF está dando posse às diretorias executivas das regiões centro, oeste, sul, norte e região metropolitana sul e norte. Após a posse e o cadastramento dos conselheiros, virá o curso de formação e o fórum de desenvolvimento para a elaboração de uma Carta de Propostas para a instrumentalização de políticas públicas para o desenvolvimento regional compartilhado.

A luta esta sendo árdua e difícil para montarmos as equipes (escolhemos as melhores lideranças) que formam as 6 regiões do projeto, o exito esta tão grande que já estamos sendo contactados por lideranças  de outros estados para apresentarmos a forma e metodologia da criação do Conselho para implantação fora do DF e Região Metropolitana, tudo isso sempre com as bençãos de Deus.

Não poderíamos deixar de expressar nossa gratidão aos políticos e parlamentares incentivadores para o crescimento deste projeto, sendo através de conselhos, orientações ou espaço físico, como: O Superintendente Federal de Agricultura do DF Bernardo Sayão, amigo e padrinho deste Conselho, Deputado Distrital Agaciel Maia, nosso fiel incentivador e conselheiro, capacitando e orientando com sua vasta sabedoria e competência, Secretário Gustavo Ayres, parceiro, prestativo, companheiro e incentivador, Ex-Governador Tadeu Filippelli, Presidente do MDB/DF, homem altamente conhecedor da política do DF, Deputado Federal Júlio Cesar, grande incentivador do esporte do DF, Deputado Distrital Martins Machado, novo na politica mais grande articulador, cada um tem uma parcela pelo exito deste Conselho.

O deputado Agaciel Maia enviou um vídeo de apoio e sugeriu também que nas administrações regionais poderá ser criado um Conselho Permanente de Preservação para combater a grilagem e invasão de terras.

   

Com informações do CDDF / EG NEWS / Blog do Hélio Rosa

Por: Carlindo Medeiros

Fonte: Blog do Carlindo Medeiros

Comitiva Brasileira é recebida por Trump na Casa Branca

Casa Branca divulgou imagens de Trump e comitiva do governo brasileiro Foto: Divulgação/ Casa Branca

Neste sábado (31), a Casa Branca divulgou imagens do encontro de Donald Trump com a comitiva enviada pelo governo brasileiro. As fotos mostraram o encontro com o ministro Ernesto Araújo e o deputado e filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro.

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, também compareceu à reunião. Segundo Araújo, a conversa no Salão Oval durou cerca de meia hora.

Furacão Dorian segue para Flórida na categoria 4
Eduardo diz que Trump apoia sua indicação à embaixada
Chile enviará 4 aviões para combater incêndios no Brasil

O assessor internacional do Planalto, Filipe Martins, esteve entre o grupo que, discutiu assuntos como a questão do combate aos incêndios na região amazônica. Os representantes brasileiros afirmaram que a visita foi “simbólica”, a fim de demonstrar que os dois países estão em sintonia.

O encontro não foi registrado na agenda oficial de Trump e não foi aberto à imprensa. Durante a saída, os brasileiros não deram muitas declarações. Eduardo afirmou apenas que o presidente americano apoia sua indicação ao cargo de embaixador do Brasil nos EUA.

A comitiva brasileira viajou para Washington num avião da FAB. Eles ficaram pouco mais de duas horas na residência de Trump. Segundo o ministro Araújo, não aconteceram outras reuniões durante o período em que eles estiveram no local. O genro e assessor de Trump, Jared Kushner, e assessores do conselheiro de Segurança Nacional, bem como John Bolton, participaram.

Fonte: EG NEWS com informações do Pleno.News

Paraquedista na corda bamba: a instabilidade dos militares no governo

Em oito meses de gestão, foram necessários 12 rearranjos para tentar superar desentendimentos de Bolsonaro com a ala verde-oliva

Andre Borges/Especial para o MetrópolesANDRE BORGES/ESPECIAL PARA O METRÓPOLES

ARTE METRÓPOLESArte Metrópoles

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sofreu perdas e afrouxamento de laços desde o início do seu mandato, em janeiro deste ano. Apesar das desavenças com as bancadas que inicialmente prestaram apoio à sua ascensão como chefe do Executivo nacional, conseguiu encontrar equilíbrio e manter as relações estáveis. A exceção foi com a ala militar, que passou por uma intensa troca de farpas com o governo, sendo necessário mudar comandos e exonerar ministros.

No início do mandato, oito indicados ao primeiro e segundo escalões eram militares. Em oito meses de gestão, o número se manteve, mas foram necessários 12 remanejamentos nos cargos para equilibrar a briga entre as alas. Do total de rearranjos, seis tiveram relação direta com falas desferidas por Olavo. Destes, dois eram ministros, como o ex-secretário de Governo Santos Cruz (general) e o ex-ministro da Educação Ricardo Vélez (professor e olavista). As intrigas se alastraram até a exoneração de ambos.

As alfinetadas entre militares e olavistas tiveram seu auge em abril, quando o escritor postou um vídeo nas redes sociais criticando ferozmente o núcleo militar. O próprio Bolsonaro e seus três filhos chegaram a compartilhar o depoimento, mas o excluíram horas depois, devido à polêmica gerada. No mesmo dia, o porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros – um general que acaba de passar para a reserva –, disse que as afirmações do filósofo “não contribuem” para o bom andamento do governo.

Primeiro escalão
Os únicos cargos ocupados por militares que não afetados do primeiro escalão foram o do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), com o ministro e general Augusto Heleno; o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, chefiado pelo tenente-coronel Marcos Pontes; o Ministério da Defesa, liderado pelo general Fernando Azevedo e Silva; e o Ministério de Minas e Energia, comandado pelo almirante de esquadra Bento Albuquerque. Além desses, o ex-capitão do exército Wagner Rosário se manteve estável à frente da Controladoria-Geral da União (CGU).

No alto escalão, a primeira desavença com os militares foi a demissão do ex-secretário-geral da Presidência Gustavo Bebianno. O ex-presidente do PSL foi exonerado devido a acusações de uso de candidatas “laranjas” durante período eleitoral, em 2018. A ala militar tentou segurar o ministro no cargo. O general Heleno e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, realizaram reunião emergencial de portas fechadas com Bolsonaro quando seu filho Carlos expôs Bebianno nas redes sociais. Porém o nome do ex-ministro já estava fritado e as influências do exército não foram suficientes.

No âmbito do Ministério da Educação, funcionários da pasta próximos a Olavo foram exonerados, o que complicou a permanência do então ministro, Ricardo Vélez. Ele foi protegido pela ala militar até soltar comentários contra o período ditatorial, perdendo total apoio interno, sendo exonerado do cargo.

Os militares pressionaram Bolsonaro para nomear o tenente brigadeiro Ricardo Machado Vieira, mas o presidente optou pelo também professor Abraham Weitraub. Já o secretário-executivo da pasta, Luiz Antonio Tozi, foi demitido por enfrentar a ala olavista. No lugar, foi colocado o tenente-brigadeiro Ricardo Vieira, posto pela ala militar em pressão contra Vélez.

Segundo escalão

No segundo escalão do governo estão os presidentes e diretores de órgãos e autarquias que foram remanejados dos cargos. No início do mandato, assumiu os Correios o general da reserva Juarez Aparecido, que foi trocado por Floriano Peixoto após acusações de ser “sindicalista”.

Na Fundação Nacional do ìndio (Funai), assumiu inicialmente o general Franklimberg de Freitas, que trocou farpas com a bancada ruralista – apoiadora de Bolsonaro. Para não perder influência no Congresso, o presidente exonerou o militar.

Entre as recentes trocas está a indicação do general Luiz Pereira Gomes para o comando da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). No mesmo período, o oficial da Força Aérea Brasileira Darcton Policarpo Damião assumiu cadeira no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em uma tentativa de reaproximação com os militares. Igualmente ocorreu com o coronel Homero Cerqueira, que tomou posse no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), após Adalberto Eberhard ser demitido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

ARTE METRÓPOLESArte Metrópoles

Fonte: Metropoles