21.4 C
Brasília, BR
quarta-feira, agosto 12, 2020

Preço do petróleo dispara no mercado internacional após explosão no Líbano

As autoridades libanesas ainda não sabem o que causou a explosão, mas foi confirmado que o incidente deixou um número alto de feridos

O preço do petróleo no mercado internacional começou a subir após a explosão na zona portuária de Beirute, capital do Líbano. Por volta das 14h, o barril do WTI (referência americana) avançava 1,19% a US$ 41,50. O Brent (referência internacional), por sua vez, subia 0,48%, valendo US$ 44,36.

Pela manhã, a cotação do petróleo operava em queda. Até meio-dia, o Brent caía 1,65% a US$ 43,41. O WTI perdia 1,66%, com o barril negociado a US$ 40,33.

Explosão

Uma forte explosão foi registrada, nesta terça-feira (4/8), em uma região portuária da capital do Líbano. O incidente causou destruição em larga escala e atingiu janelas a quilômetros de distância.

Médica negra que salvou 350 pessoas apela por uso da cloroquina

Stella Immanuel denunciou conspiração contra o medicamento

Stella Immanuel expôs supostos interesses contra a eficiência da cloroquina Foto: Reprodução

A médica Stella Immanuel, que é clínica-geral em Houston, no Texas, fez um grande apelo pelo uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Segundo Stella, ela já tratou mais de 350 pacientes com o medicamento, muitos deles dentro do grupo de risco, e até o momento todos sobreviveram.

– Eu coloco eles com hidroxicloroquina, zinco e azitromicina, e todos eles estão bem. Nos últimos meses, tratei mais de 350 pacientes e não perdi nenhum. Nem diabético, nem hipertenso, nem asmático, nenhuma pessoa! – relatou.

Leia também1 Médica é atacada por defender cloroquina e pede ajuda
2 Twitter censura filho de Trump por falar de cloroquina
3 Médicos defendem cloroquina contra Covid-19 nos EUA
4 Garcia: ‘Bolsonaro é prova de que cloroquina dá certo’
5 Hidroxicloroquina: O remédio que ganhou “fama” e polêmica

Cercada de colegas de trabalho, Stella disse ainda que ela mesma usou o medicamento de maneira preventiva.

– Coloquei a mim mesma, minha equipe e vários médicos que conheço na hidroxicloroquina, como prevenção. Porque pelo seu próprio mecanismo de ação funciona cedo, e como profilaxia. Nós atendemos de 10 a 15 pacientes como Covid todo dia. Damos a eles tratamento respiratório e usamos apenas máscaras cirúrgicas. Nenhum de nós ficou doente. A hidroxicloroquina funciona! […] Ninguém precisa morrer – apelou.

A médica também citou sobre supostos interesses econômicos em não haver uma cura e que estudos devem ser transparentes sobre quem os patrocina.

– Se algum falso cientista vier, patrocinado por essas falsas farmacêuticas, e dizer que “ah, nós fizemos estudos e não funciona”, eu posso dizer categoricamente: é ciência falsa! Eu quero saber quem está patrocinando esse estudo, quem está por trás dele. Não tem como eu tratar mais de 350 pacientes e ninguém morrer. Eles ficaram melhores. E você vai me dizer que testou 20 ou 40 pessoas e não funcionou? Esse vírus tem cura e se chama hidroxicloroquina, azitromicina e zinco – destacou.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News

Mulher invade casamento, diz estar grávida de noivo e madrinha faz barraco

A madrinha do casamento, que é filha da noiva, perde a calma e parte para cima da mulher. O vídeo viralizou na internet

Mulher invade casamento e diz estar grávida de noivoREPRODUÇÃO

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o momento em que uma mulher invade um casamento e diz estar grávida do noivo. A publicação já teve mais de 1,5 milhão de visualizações até agora.

Os noivos nem olham para trás e o pastor continua a cerimônia como se nada tivesse ocorrido. Em seguida, a mulher continua: “Anthony, eu sei que você me ouve!”, gritou. Veja:

Uma das madrinhas tenta segurá-la, mas é arrastada e até o véu da noiva é levado junto na confusão.

Fonte: Metropoles

Espanha registra mais de 2 mil casos pela primeira vez desde a reabertura

Ao lado do Reino Unido e Itália, país é um dos mais atingidos pela pandemia na Europa

GETTY IMAGES

A Espanha registrou nesta sexta-feira, 24, 2,6 mil novos casos de Covid-19 em 24 horas, o número mais alto de infecções desde o início da flexibilização da quarentena, no dia 8 de maio O crescimento faz o governo espanhol temer que o país já esteja vivendo uma segunda onda de contágios.

As novas infecções atingem principalmente jovens, o que pode explicar o fato de as taxas de mortalidade continuarem baixas – ontem foram registrados apenas três óbitos. “Já podemos estar vivendo uma segunda onda na Espanha”, disse María José Sierra, chefe do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias do Ministério da Saúde.

As medidas de restrição foram retomadas depois de novos focos em toda a Espanha, provocados por centenas de jovens que se contagiaram ao ir a festas, bares ou encontros em lugares fechados sem usar máscaras nem manter a distância mínima de segurança.

Ontem, o governo catalão ordenou o fechamento de todas as casas noturnas e salões de festas. A ordem entra em vigor hoje e terá validade por duas semanas. “A situação epidemiológica da Catalunha obrigou o governo a adotar medidas especiais de contenção”, explicou, em nota, o governo catalão.

Com o crescimento do número de novos casos diários na Espanha, países europeus começaram a tomar medidas para tentar impedir a importação de infecções. A França passou a aconselhar seus cidadãos a não viajarem para a Catalunha. A Noruega decidiu colocar qualquer pessoa que retornar da Espanha em quarentena por dez dias.

Na semana passada, a França já havia declarado que não descartava a possibilidade de fechar as fronteiras com a Espanha Ontem, o premiê francês, Jean Castex, disse que há uma discussão entre os dois países para limitar as viagens. “Aconselhamos aos franceses que evitem viagens para a Catalunha até que a situação melhore.”

Fonte: Metropoles

Em resposta aos EUA, China ordena fechamento de consulado em Chengdu

O governo de Donald Trump acusou o país asiático de tentar roubar dados sobre a vacina contra o coronavírus

Em resposta aos Estados Unidos, que comunicaram o fechamento do consulado chinês em Houston, no Texas, a China ordenou nesta sexta-feira (24/7) o encerramento do consulado norte-americano em Chengdu, no sudoeste do país asiático.

Na última quarta-feira (22/7), a embaixada da China em Houston foi fechada por determinação dos Estados Unidos, após denúncias de que hackers chineses teriam tentado roubar dados sobre a vacina do novo coronavírus. O país asiático fala em retaliação.

Após a decisão, o secretário de Estado Americano, Mike Pompeo, afirmou que o consulado em Houston era usado para o “roubo de propriedade intelectual”.

Fonte: Metropoles

FBI suspeita que China esteja protegendo cientista em situação irregular nos EUA

Casos de biólogos da China irregulares no país acende alerta em autoridades americanas

Cientista Tang Juan está nos EUA irregularmente Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (23) jornais norte-americanos revelaram a existência de documentos do FBI, órgão de investigações da inteligência americana, sobre uma cientista chinesa escondida no país.

O FBI acredita que uma cientista supostamente ligada ao Exército da China está escondida no consulado do país asiático em São Francisco, nos Estados Unidos, com medo de ser presa por ter recorrido a um visto falso.

Leia também1 Acusada de roubar dados de vacinas, China ameaça EUA
2 Chanceler dos EUA acusa OMS de se ‘vender’ para a China
3 Cuba, Turquia e Vietnã culpam cristãos pelo coronavírus
4 EUA ordenam fechamento de consulado da China no Texas
5 EUA darão milhões por chefe do Supremo da Venezuela

O caso veio à tona em meio a uma grave tensão comercial, política e diplomática aberta entre os governos dos dois países. Nesta quarta-feira (22), Washington ordenou o fechamento do consulado chinês em Houston, Texas, em meio a acusações de espionagem. Por sua vez, Pequim já prometeu retaliações, que ainda não foram anunciadas.

Segundo documentos apresentados em tribunal de São Francisco, em 20 de junho, o FBI interrogou Tang Juan, uma bióloga que realiza pesquisa na Universidade da Califórnia. Seis dias depois, ela foi acusada formalmente de ter cometido fraude na tramitação do visto, segundo o jornal USA Today.

IRREGULARIDADES NO VISTO
A inteligência americana concluiu que a cientista deu informações falsas durante a solicitação, dizendo que não havia servido nas Forças Armadas da China. Posteriormente, foram descobertas fotos de Tang Juan com uniforme e comprovaram com documentos que ela trabalhou na Universidade de Medicina Militar da Força Aérea do país asiático.

Após ser interrogada pelo FBI, a cientista teria se refugiado no consultado chinês na cidade, onde estaria escondia. Durante o depoimento, Tang Juan negou ter servido às Forças Armadas e garantiu que, para entrar na universidade era necessário usar uniforme militar.

Além disso, dois outros pesquisadores são acusados de dar informações falsas para obter o visto de entrada e permanência dos Estados Unidos, segundo a publicação americana.

Segundo o processo aberto nos Estados Unidos, os casos não estariam isolados e “parecem” se tratar de um programa conduzido pela China, especificamente, pela Universidade de Medicina Militar e outras instituições associadas. O objetivo seria enviar pesquisadores aos Estados Unidos, embora a finalidade não seja clara.

*Com informações da Agência EFE

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News

Jovem de 16 anos se vinga e mata assassinos dos pais

Adolescente pegou um fuzil e disparou contra grupo de talibãs no Afeganistão

Garota afegã de 15 anos mata dois homens do Talibã para vingar assassinato  dos pais - TNH1
Qamar Gul disparou contra talibãs que mataram seus pais Foto: Reprodução

Uma adolescente de 16 anos protagonizou um episódio violento de vingança no Afeganistão. Segundo relatos da agência de notícias AFP e do jornal inglês The Guardian, a menina, chamada Qamar Gul, atirou e matou três talibãs que participaram de um ataque contra seus pais na província de Ghor.

As autoridades locais afirmam que o atentado aconteceu na madrugada da última sexta (17). Um grupo de 40 talibãs invadiu a vila de Geriveh, onde Qamar vivia com seus pais e um irmão mais novo.

Leia também1 Chanceler dos EUA acusa OMS de se ‘vender’ para a China
2 Susto! Crianças saltam do 3º andar para fugir de incêndio
3 Twitter exclui 7 mil contas da teoria conspiratória QAnon
4 EUA ordenam fechamento de consulado da China no Texas
5 Nuvem gigante de formigas sobrevoa os céus da Europa

Os militantes mataram seus pais, e a garota reagiu com um fuzil AK-47, matando três e ferindo outros.

– Os insurgentes chegaram à sua porta, e sua mãe foi ver quem estava batendo (…) Quando viu que eles estavam armados, recusou-se a abrir – disse Mohamed Aref Aber, porta-voz do governo da província de Ghor.

Segundo as autoridades afegãs, os homens procuravam pelo pai de Qamar, um apoiador do governo local, em oposição aos talibãs , que formam um grupo político com braços terroristas conhecido por dominar regiões do Afeganistão.

Aber relatou que a mãe da garota foi a primeira a morrer, seguida por seu pai, ambos alvejados pelos talibãs. Qamar então pegou seu fuzil e matou três do grupo, iniciando uma batalha contra os talibãs ao lado do irmão Habibullah, de 12 anos.

O confronto durou cerca de uma hora e só acabou quando pessoas do vilarejo e homens de milícias pró-governo intervieram contra os talibãs. Qamar e o irmão foram levados para um lugar seguro na capital da província.

O porta-voz do governo local contou que os dois ficaram em estado de choque por dois dias, mas estão bem agora. Eles receberam um convite para visitar o palácio do presidente Ashraf Ghani, após o governante reconhecer a coragem deles.

Os ataques talibãs a vilarejos seguem sendo frequentes após os EUA ajudarem a tirar o grupo do poder, em 2001. Desde a intervenção americana no país asiático, pelo menos 100 mil afegãos morreram vítimas de conflitos.

*Folhapress

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News

Trans brasileira é assassinada com ao menos 50 facadas nas costas em Milão

Uma das principais hipóteses é de que ela foi assassinada por um cliente durante uma briga. A mulher trabalhava como acompanhante

Uma transexual brasileira, de 48 anos, foi encontrada morta com pelo menos 50 facadas, nas costas e no peito, em seu apartamento em Milão, na Itália, na tarde desta segunda-feira (20/7). A informação é do portal UOL.

O cadáver foi localizado pelos bombeiros, que precisaram ser acionados por volta das 15h30 pelos moradores do edifício após sentirem um forte cheiro de gás vindo do apartamento da vítima.

Uma das principais hipóteses é de que ela foi assassinada por um cliente durante uma briga, tendo em vista as inúmeras feridas e violência dos golpes. As autoridades investigam o caso e já interrogaram alguns vizinhos. Conforme a reconstrução, o autor do crime teria aberto o gás antes de fugir.

A trans brasileira, cuja identidade não foi revelada, trabalhava como acompanhante e usava vários pseudônimos. Ela tinha diversos perfis em sites de relacionamento e às vezes recebia seus clientes em sua casa, segundo a polícia.

Fonte: Metropoles

Japonesa é diagnosticada com verme de 3,8 cm na garganta após comer sashimi

A mulher procurou atendimento médico após sentir dores na garganta durante cinco dias

REPRODUÇÃO

Uma mulher de 25 anos que mora no Japão teve uma grande surpresa após comer um sashimi. Um verme de 3,8 centímetros foi encontrado na garganta da japonesa. A informação é de um estudo publicado na semana passada pela revista científica “The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene”.

Fonte: Metropoles

Alemanha investiga mais de 30 mil suspeitos de pedofilia

Alemanha investiga mais de 30 mil suspeitos de pedofilia

Um dos homens teria abusado da filha quando ela tinha apenas 3 meses de idade

Alemanha investiga mais de 30 mil suspeitos de pedofilia (Imagem ilustrativa) Foto: Reprodução/ Polizei Schwaben Nord

As autoridades da Alemanha informaram nesta segunda-feira (29) que há novas evidências direcionadas a mais de 30 mil possíveis suspeitos em uma rede de abuso sexual descoberta em outubro na cidade de Bergisch Gladbach.

O Escritório Central de Cibercrime (ZAC, sigla em alemão) da Renânia do Norte-Vestfália está atualmente investigando com base nas descobertas da equipe de investigação do caso Bergisch Gladbach.

Leia também1 Polícia encontra bebê em jaula cercado por 700 animais
2 Argentina consegue controlar parte da nuvem de gafanhotos
3 Atentado na Bolsa de Valores do Paquistão deixa 7 mortos
4 Partido de Macron sofre derrota nas eleições locais
5 Itália tem menor número de mortes por Covid desde março

Durante entrevista coletiva, o ministro da Justiça do estado federado, Peter Biesenbach, afirmou ter ficado chocado, além de admitir que “não imaginava a dimensão do abuso infantil”.

Os crimes investigados vão desde a disseminação e posse de pornografia infantil a atos específicos de abuso infantil, segundo ele.

Agora, os especialistas do ZAC estão tentando estabelecer a identidade por trás dos pseudônimos que participam anonimamente de bate-papos e fóruns para trocar conselhos sobre como abusar de menores.

Segundo o promotor do ZAC, Markus Hartmann, a prioridade é abordar os sinais de abuso infantil, a fim de impedir possíveis crimes que ainda estão ocorrendo e, em seguida, os casos de disseminação de pornografia infantil, para os quais foi criada um grupo de trabalho de especialistas em crimes cibernéticos, informou a emissora pública WDR.

O julgamento contra o principal acusado dessa rede de abusos está programado para começar em 10 de agosto, no qual os suspeitos abusaram parcialmente de seus próprios filhos e trocaram imagens dos acontecimentos.

O homem de 43 anos de idade, acusado de “abuso sexual grave de menores”, foi preso durante o último outono europeu e a polícia apreendeu um extenso material, que levou à abertura de uma investigação contra quase 30 suspeitos em toda a Alemanha.

A Procuradoria-Geral da República pressupõe que o acusado tenha cometido graves abusos contra sua própria filha cerca de 70 vezes, iniciado quando a menor tinha apenas 3 meses de idade.

Um dos acusados foi recentemente condenado a 10 anos de prisão e colocado de forma permanente em uma clínica psiquiátrica. Além disso, há um julgamento aberto contra outros dois.

*Com informações da Agência EFE

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News