20.8 C
Brasília, BR
quinta-feira, fevereiro 20, 2020

Mulher baleada no rosto pelo ex morre após ficar 17 dias internada

Crédito: Reprodução Facebook

A jovem Karina Souto, de 29 anos, que foi baleada nos rosto pelo ex-namorado, morreu na terça-feira (18) após 17 dias internadas. A morte foi confirmada pelo Hospital e Pronto-Socorro Municipal Milton Pessoa Morbeck, no Mata Grosso. As Informações são do jornal O Livre.

O corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Segundo a família, Karina será velada no município de Nova Xavantina e o enterro deve ser realizado na quarta-feira (20).

No último dia 4, a família da vítima teve esperança de que a jovem pudesse se recuperar. Karina teve a morte cerebral constatada no hospital ao qual foi socorrida. No entanto, quando os médicos estavam prestes a desligar os aparelhos, ele reagiu, mexendo as mãos. Ainda assim o estado de saúde dela era grave.

Relembre o crime

Karina foi baleada no último dia 1º por Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos. O crime aconteceu após a mulher se recusar a reatar o namoro. Depois de atirar, o suspeito se matou com um tiro na cabeça, em Nova Xavantina, no Mato Grosso.

Segundo a polícia civil, Baltazar atirou no rosto de Karina e depois disparou contra a própria cabeça. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e suicídio.

A mulher estava com um grupo de pessoas na casa de uma amiga na cidade, quando Baltazar chegou e começou a discussão com a ex-namorada. Testemunhas dizem que depois da jovem disse não ao suspeito, ele foi até o carro para guardar um presente devolvido por Karina e pegou uma arma para cometer o crime e em seguida o suicídio.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: IstoÉ

Homem atira na ex e mata homem que curtiu foto dela nas redes

A mulher foi levada ao hospital e passou cirurgia de emergência. O suspeito está foragido

Um caminhoneiro de 45 anos atirou na ex-namorada e matou um homem que havia curtido uma foto dela nas redes sociais, em Nova Crixás (GO), nessa quinta-feira (13/02/2020). Júnior Vagner Moura Gomes é procurado pela polícia. As informações são do IG.

O casamento havia terminado há dois anos, segundo pessoas próximas à vítima. Mas, ao ver uma curtida na foto da ex, Júnior invadiu a casa do pedreiro Gilvan de Jesus e o matou com um tiro no pescoço.

Após o crime, ele foi até a casa da namorada e atirou no rosto dela. A mulher foi levada ao hospital e passou por uma cirurgia de emergência.

O suspeito vai responder por homicídio e tentativa de feminicídio.
Fonte:  Metropoles

Homem mata esposa, enterra no quintal e diz que ela fugiu

Suspeito confessou o crime e disse que, durante uma discussão, bateu a cabeça da mulher contra a parede

Reprodução/O LivreREPRODUÇÃO/O LIVRE

Um homem é suspeito de matar a esposa, enterrar no quintal de casa e fingir que ela havia fugido. O caso ocorreu em General Carneiro, distante 450 quilômetros de Cuiabá (MT). A mulher estava sumida desde o dia 31 de janeiro.

Após não ter contato com a vítima por 17 dias, a família registrou um boletim de ocorrência. À polícia, os familiares contaram que o casal morava junto há cerca de sete meses, mas brigava muito.

O homem confessou o crime e disse que, durante uma discussão, bateu a cabeça da mulher contra a parede e a matou.

Leia a reportagem completa no O Livre, parceiro do Metrópoles.
Fonte: Metropoles

Emprego: Mulheres escolhem serviço militar

Aumenta em 331% o número de alistamento de mulheres no Exército

Dados divulgados no Portal da Transparência mostram maior interesse feminino nos últimos dois anos, com o crescimento do desemprego

Exército Brasileiro/Divulgação
EXÉRCITO BRASILEIRO/DIVULGAÇÃO
Apesar de o serviço militar ser obrigatório apenas para homens, o Exército Brasileiro registrou nos dois últimos anos um grande aumento no número de mulheres interessadas em fazer parte da instituição. De acordo com as informações disponíveis no Portal de Dados Abertos, em 2019, houve um crescimento de 331% na quantidade de candidatas em relação a 2010.

Análise do (M)Dados – núcleo de tratamento de grande volume de informações do Metrópoles – mostra, no entanto, que o número de selecionadas caiu pela metade (47%) no período. Das 1.840 inscritas no processo seletivo do ano passado, 228 foram convocadas. Há 10 anos, a força chamou 487 das 556 candidatas.

O movimento de interesse ao longo dos anos coincide com a curva de taxa de desocupação no mercado de trabalho, medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Quanto maior o desemprego no país, mais jovens do sexo feminino se alistaram. O mesmo não pode ser observado com os homens, pois eles são obrigados a se apresentar às Forças Armadas.

As mulheres podem prestar serviço militar de forma voluntária. De acordo com o portal do Exército, elas ocupam cargos em organizações militares de todo o país e no exterior. “A maioria encontra-se nos quartéis-generais, organizações militares de saúde, estabelecimentos de ensino e órgãos de assessoria.”

Igualdade

Segundo as informações da instituição, desempenham cargos e concorrem às promoções em condições de igualdade aos oficiais do sexo masculino. “Todas recebem a mesma instrução militar básica ministrada aos homens.” No entanto, o maior posto ocupado por uma mulher é o de tenente-coronel. “A grande maioria continua ocupando, como praça, a graduação de sargento e, como oficial, os postos de tenente, capitão e major.”

Dentre as alistadas nos últimos dois anos, 68% concluíram ou estão cursando o ensino médio e apenas 5% ingressaram no Ensino Superior. Isso porque a média de idade delas é de 19,5 anos. No entanto, em 2019, cresceu muito a variação de idade, tendo candidatas de até 44 anos em busca de uma vaga no Exército.

A maior parte delas são dos estados de São Paulo (455) e Minas Gerais (427), mas proporcionalmente o Sergipe tem a maior taxa: 3,22 inscritas a cada 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem Tocantins (2,61), Espírito Santo (2,31) e Distrito Federal (2,26).
Fonte: Metropoles

Prefeito do PT e toda família são presos por corrupção – Até a mamãe foi

Mais um político com o carimbo “PT de qualidade”
O vice-prefeito de Bertolínia, Sul do Piauí, Geraldo Fonseca Correia, aguarda o presidente da Câmara Municipal de Vereadores cumprir a determinação para que seja empossado na prefeitura da cidade após a prisão do prefeito Luciano Fonseca (PT), durante a operação ‘Bacuri’, do Grupo de Atuação Especial de Repreensão ao Crime Organizado (GAECO). As informações são do portal Cidade Luz de Piauí.
A gestão de Luciano Fonseca (PT) estava tão bagunçada que até a energia do prédio da prefeitura, a empresa Equatorial cortou por falta de pagamento. O promotor responsável pelas investigações determinou o afastamento imediato do prefeito Luciano Fonseca de Sousa de suas funções. O Presidente da Câmara Municipal da cidade foi notificado para dar posse ao vice-prefeito.
Entenda
O prefeito Luciano Fonseca (PT), do município de Bertolínia, Sul do Piauí, e familiares, foram presos na manhã de terça-feira (03/12) durante a operação ‘Bacuri’, do Grupo de Atuação Especial de Repreensão ao Crime Organizado (GAECO).
Foi dado cumprimento a mandados de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Piauí, além de busca e apreensão nos municípios de Bertolínia, Sebastião Leal e Teresina.
Além do prefeito Luciano Fonseca, que foi alvo de um mandado de prisão preventiva, são alvos de mandados de prisão temporária:
Ringlasia Lino Pereira dos Santos (esposa do prefeito);
Eliane Maria Alves da Fonseca (mãe do prefeito);
Richel Sousa e Silva (primo do prefeito);
Aluízio José de Sousa (pai do prefeito);
Max Weslen Veloso de Moraes Pires (procurador do município);
Rodrigo de Sousa Pereira (assessor especial do prefeito);
Ronaldo Almeida da Fonseca (comissionado);
Kairon Tácio Rodrigues Veloso (primo do procurador do município).
Fonte: Digorest News

Homem mata amigo com machado e grita para que chamem a polícia

Gilmar Horácio, 59 anos, e o amigo, identificado apenas como Alziro, discutiram depois de passar o dia bebendo juntos

Pixabay

PIXABAY

Um homem morreu a golpes de machado após discutir com um amigo, no último sábado (15/01/2020), em Rio Verde de Mato Grosso, a 194 quilômetros de Campo Grande. De acordo com informações do site Midiamax, a briga teria sido motivada por causa de uma peça de roupa.

O suspeito desferiu três golpes contra Gilmar. Em seguida, ele saiu correndo gritando que havia cometido o crime, e pedindo que chamassem a polícia.

Alziro foi preso em flagrante e foi autuado por homicídio.
Fonte: Metropoles

Amiga matou mulher e roubou filho da vítima após fingir gravidez

A suspeita, que teve a prisão preventiva decretada, fugiu da cidade após ser descoberta pela Polícia Civil

Arquivo Pessoal

ARQUIVO PESSOAL

A mulher que foi encontrada morta dentro de casa e teve o filho levado no início deste mês, em Eunápolis, no sul da Bahia, foi assassinada por uma amiga. Segundo a Polícia Civil, ela queria roubar o bebê de 2 meses da vítima, porque fingiu a gravidez para o namorado. As informações são do G1.

A suspeita não teve a identidade revelada, mas confessou a autoria do assassinato de Silvia Letícia Araújo Pacheco por uma mensagem enviada pelo WhatsApp.

De acordo com a reportagem, ela também contou o motivo do crime: enganou o atual namorado e, por isso, decidiu matar Silvia Letícia. O corpo da vítima, encontrado em 4 de janeiro, aparentava ainda sinais de violência.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

A suspeita é ex-companheira de um presidiário e fugiu da cidade após ser descoberta. Ela teve a prisão preventiva decretada e é procurada pela polícia.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Mulher é encontrada morta dentro de hotel

O homem que estava com ela afirmou que a vítima teria cometido um suicídio. A Polícia Civil investiga o caso

Reprodução

REPRODUÇÃO

O corpo de uma mulher ainda não identificado foi encontrado dentro de uma suíte do hotel Sun, localizado na rua Lima Bacuri, no Centro de Manaus. O fato ocorreu na manhã deste domingo (16/02/2020).

Leia a reportagem completa no portal Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Homem acusado de matar ex e bebê de 4 meses é morto a pauladas

De acordo com moradores, a milícia que atua na comunidade teria sido a responsável por autorizar a execução de Luís Fernando Barbosa

Reprodução

REPRODUÇÃO

Luís Fernando Guimarães Barbosa, de 21 anos, ajudante de pedreiro acusado de assassinar a dona de casa Marileide da Silva Nascimento, de 24 anos, e seu filho Bryan Lucas Júnior, de 4 meses, na última sexta-feira (07/02/2020), foi morto a pauladas na Gardênia Azul, bairro da zona oeste do município do Rio de Janeiro, localizado na Baixada de Jacarepaguá, na manhã desta segunda-feira (10/02/2020). As informações são do Extra.

De acordo com moradores, a milícia que atua na comunidade teria sido a responsável por autorizar a execução de Luís. Os autores jogaram o corpo do homem no Canal do Anil, segundo a Polícia Civil.

“Ele invadiu a casa de um casal que estava em São Paulo. Hoje pela manhã, eles pegaram ele tomando banho. O Luís tentou correr mas foi pego por eles (os milicianos)”, disse uma moradora, que preferiu não se identificar.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Segundo a testemunha, o ajudante de pedreiro teria sido espancado na frente de várias pessoas até morrer. Após o crime, o corpo foi deixado no canal e os executores fugiram.

Espancamento
Segundo o delegado Jefferson Ferreira Nascimento, da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), “(Luís) foi morto por espancamento por populares não identificados”. Nascimento disse que o ajudante de pedreiro teve o corpo reconhecido por parentes.

Natural de Buriti Bravo, no Maranhão, o homem estava no Rio há quatro anos. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Centro.

Ciúmes
Os corpos de Marileide e de seu filho Bryan Lucas serão transladados nesta terça-feira (11/02/2020), de avião, para a cidade de Buriti Bravo. Ambos foram assassinados com mais de 30 facadas. Uma crise de ciúmes pode ter motivado os assassinatos de mãe e filho.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Carpinteiro aproveita saída da patroa e estupra criança de 9 anos

O suspeito foi preso nessa quarta-feira (05/02/2020) após a menina contar para a mãe o que tinha ocorrido

Istock/Foto Ilustrativa

ISTOCK/FOTO ILUSTRATIVA

Um homem de 44 anos foi preso nessa quarta-feira (05/02/2020) acusado de estuprar uma menina de 9 anos em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT).

A prisão ocorreu somente nessa quarta-feira, quando a menina contou à mãe que o crime tinha sido cometido no último sábado (01/02/2020).

O suspeito havia sido contratado para capinar um terreno da mãe da vítima um dia antes do crime.

Leia a reportagem completa no O Livre, parceiro do Metrópoles.
Fonte: Metropoles