25.3 C
Brasília, BR
terça-feira, outubro 27, 2020

Começa quarta chamada do programa Mais Médicos

Gestores de saúde têm até quarta-feira para renovar termos e confirmar as vagas disponíveis em seus municípios

Começou a quarta chamada do programa Mais Médicos. Na última sexta-feira (23), o Ministério da Saúde publicou a lista dos municípios elegíveis para receberem os profissionais aptos à reincorporação ao programa.

Até a próxima quarta-feira (28), os gestores municipais devem acessar o Sistema de Gerenciamento de Programas para renovar os Termos de Renovação e Adesão, confirmando as vagas disponíveis para as suas cidades. No dia 29, o Ministério da Saúde vai divulgar a lista dos municípios com vagas disponíveis para escolha dos profissionais. O cronograma é de que os médicos comecem a trabalhar a partir de 13 de novembro.

Pesquisa aponta que país gasta R$ 1.398,53 em despesas relacionadas à saúde pública por habitante

COVID-19: Centros Imunológicos recebem incentivo de R$ 113 milhões

“Municípios estão se recusando a testar população contra a Covid-19 com medo do impacto eleitoral”, diz secretário de Saúde da Bahia

O programa Mais Médicos visa fortalecer a saúde básica, presente em todos os municípios do país e mais próxima das comunidades locais. De acordo com o Ministério da Saúde, 80% dos problemas de saúde são resolvidos ainda neste nível de atenção.

Mais de 16 mil profissionais já atuam em 3.822 municípios e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), reforçando o combate à pandemia da Covid-19 na Atenção Básica do SUS (Sistema Único de Saúde).

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Brasil 61

Retomada da economia do Brasil no pós-pandemia será melhor com bom desempenho das micro e pequenas empresas

Brasilia - O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o Secretário-geral da FIFA, Jerôme Valcke e o Governador do DF, Agnelo Queiroz, visitam a Fábrica Cultural(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Iniciativa do Sebrae pretende melhorar ambiente de negócios por meio da implantação de políticas públicas e ações de desenvolvimento para os pequenos empreendimentos

Para proporcionar bons resultados ao empreendedorismo, gerando mais emprego e renda, a atividade econômica do Brasil precisa superar entraves que afetam diretamente o ambiente de negócios no país. Para isso, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) desenvolveu o programa Cidade Empreendedora, voltado para a gestão pública dos municípios e lideranças locais.

O objetivo da iniciativa é melhorar o ambiente de negócios por meio da implantação de políticas públicas e ações de desenvolvimento para os pequenos empreendimentos, fazendo com que os benefícios da Lei Geral das MPEs sejam implantados nas cidades brasileiras.

Paulo Miota, gerente da unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, explica que entre as estratégias está a identificação do potencial de cada município, que pode ajudar os gestores a desenvolverem políticas voltadas para determinado setor que seja mais favorável para a região.

“Se a vocação da cidade é Turismo, estão vamos à dica 8 (Setores Econômicos – Rotas de Turismo). Mas se o forte da cidade é agricultura familiar, então vamos estimular cooperativas que vão vender para a região inteira alimentos destinados à merenda escolar. Hoje, estamos organizando toda uma inteligência territorial para ajudar a fazer isso”. E o Sebrae Estadual detém todo o saber para executar isso de forma eficiente, pontua Miota.

O Programa contém dez projetos interligados. Para cada um deles é ofertado um pacote de produtos para que os municípios possam fortalecer o desenvolvimento, permitindo o aprimoramento contínuo do ambiente de negócios. Cada produto possui sua metodologia formatada, que permite atender a diferentes municípios dentro de suas realidades locais.

Além disso, o economista César Bergo avalia que os donos de micro e pequenos empresários precisam do apoio de prefeitos e vereadores no que diz respeito à desburocratização. Para o especialista, uma das principais medidas é a redução de exigência de documentos para a abertura desses empreendimentos.

“Você também pode facilitar a vida do empresário de pequeno negócio com a questão da infraestrutura e da melhoria das condições das cidades. Com isso, o ambiente de negócios fica mais favorável. É importante também que sejam votadas leis que apoiem esse segmento, que emprega bastante, e é de fundamental importância para todos os municípios”, defende Bergo.

No contexto da pandemia do novo coronavírus, no qual surgiram inúmeros problemas para gestores e empreendedores, o programa destaca a importância do diagnóstico da situação municipal para a tomada de decisões. Nesse caso, uma dica é que o prefeito (a) e o empreendedor (a) modernizem os serviços prestados, implementando uma transformação digital. De acordo com o documento, isso vai permitir mais agilidade, segurança e economia no atendimento de demandas.

Driblando a crise

Com o isolamento social ocasionado pelo aumento do número de casos da Covid-19, empreendedores brasileiros se viram apertados para tentar manter os negócios funcionando e as contas em dia. Diante dessa situação, a empresária Janaína Oliveira, de 34 anos, proprietária da loja Aruba Praia & Fitness, teve que elaborar novas estratégias de venda.

Ao perceber a importância das mídias digitais para seu negócio, Janaina buscou aperfeiçoar suas habilidades na área com o programa Travessia, desenvolvido pelo Sebrae em Goiás.

“Tivemos consultorias em três aspectos: mídias sociais, gestão financeira e design thinking. Eu pude perceber onde eu posso melhorar. Por um lado, foi muito significativo ver quantas coisas já estavam no caminho certo”, afirma a empreendedora de Vianópolis (GO).

“Intensificamos muito as vendas online, disponibilizamos muitas entrega, principalmente quando a loja estava fechada. Adotamos o esquema de sacolas e malhinhas para o cliente provar as peças em casa. Realizamos muito mais ações nas redes sociais”, complementa Janaína.

Ajuda ao gestor e à micro e pequena empresa

Para auxiliar os pequenos empreendimentos a terem mais visibilidade, o Sebrae lançou o documento Guia do Candidato Empreendedor, com o apoio da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), do Instituto Rui Barbosa, com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

Desburocratização para micro e pequenos negócios pode dar fôlego à economia no pós-pandemia

“A micro e pequena empresa é a teia que sustenta qualquer país”, afirma presidente do Sebrae

Candidatos às eleições municipais têm desafio de fomentar pequenos negócios e retomar economia

O documento, intitulado “Seja um candidato empreendedor – 10 dicas do Sebrae”, trata-se de um compilado de informações que podem auxiliar candidatos (as) a prefeito (a) e vereador (a) nas eleições municipais deste ano. A dica é valorizar os pequenos negócios, já que esses empreendimentos são relevantes no processo de geração de emprego e renda.

Entre as orientações está a inclusão do desenvolvimento econômico na agenda de prioridades da gestão municipal, a construção de parcerias com o setor produtivo, o investimento em programas de desenvolvimento a partir das vocações e proporcionar a formalização de empreendimento e de Micro e Pequenas Empresas.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Brasil 61

Rede Globo despenca: Escândalos e mais escândalos assombram a emissora.

Advogada de vítimas de assédio de ex-diretor da Globo abre o jogo e conta detalhes dos abusos

Marcius Melhem

Escândalos e mais escândalos assombram a emissora.

Talvez uma das maiores indecências que já aconteceram dentro do canal seja o caso envolvendo o humorista e ex-diretor Marcius Melhem, acusado de assédio por várias mulheres da emissora.

No total, são seis vítimas de assédio sexual e seis testemunhas que recentemente decidiram que a advogada criminalista Mayra Cotta, irá assessora-las no caso.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, a advogada contou detalhes dos relatos das vítimas.

Segundo Mayra Cotta, Marcius é um chefe que se vale de sua posição para tentar usar o poder que tinha de contratar ou demitir para constranger as vitimas a se envolver com ele.

“Houve um comportamento recorrente, de trancar mulheres em espaços e as tentar agarrar, contra a vontade delas. De insistir e ficar mandando mensagem inclusive de teor sexual para mulheres que ele decidia se iam ser escaladas ou não para trabalhar, se ia ter cena ou não para elas [nos programas de humor]. De prejudicar as carreiras de mulheres que o rejeitaram. De ficar obcecado, perseguindo mesmo. Foi um constrangimento sistemático e insistente, muito recorrente”, disse a advogada.

E prosseguiu:

“Ele isolava as atrizes, tinha o poder de não as deixar ir para outros lugares [na emissora], fazer outras coisas. E criava um ambiente de trabalho tóxico. As pessoas se sentiam presas, sem conseguir se livrar daquilo. Ele usava situações de trabalho para as tentar agarrar à força, inclusive usando violência. […] De agarrar, de as colocar contra a parede, tentar beijar à força. Isso é bastante violento.”

E mais:

“Foram casos de assédio sexual mesmo. De mulheres falando não, não quero, me solta, não vou beijar, não vou ficar com você. E ele tentando, agarrando. Não tem zona cinzenta, isso é violência. E aí tem algo muito sério: ele era chefe delas. Ele tinha uma posição de poder.”

A jornalista Mônica Bergamo ainda publicou uma cronologia das denúncias:

. Em dezembro de 2019, Marcius Melhem é denunciado por assédio sexual pela atriz e humorista Dani Calabresa

. Em março de 2020, Melhem deixa a direção do núcleo de programas de humor da Globo e pede licença das funções de roteirista e ator alegando motivos pessoais

. Em 14 de agosto, Melhem encerra sua trajetória na Globo. Em nota, a emissora afirma que a decisão se deu ‘de comum acordo’ e que a relação com ele foi uma ‘parceria de 17 anos de sucessos’

. Após os elogios, uma carta é enviada ao diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder. Por meio dela, um grupo de cerca de 30 contratados da emissora —na sua maioria atrizes, mas também atores e profissionais de outras áreas— manifestam descontentamento com o encaminhamento do processo

. Em 20 de agosto, a diretora de desenvolvimento e acompanhamento artístico da TV Globo, Mônica Albuquerque, realiza a primeira reunião com o grupo

. No dia 21 de agosto, ocorre um novo encontro, desta vez com a diretora de compliance, Carolina Junqueira. O descontentamento, no entanto, permanece.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Jornal da Cidade Online

Alucinado, Doria diz que tem um “plano alternativo” para efetivar vacina chinesa (veja o vídeo)

Em coletiva, o governador afirmou que tem um “plano alternativo” para efetivar a vacina.

“Diante de uma circunstância negacionista, como infelizmente afirmou o presidente Jair Bolsonaro, se mesmo com a autorização da Anvisa o Ministério da Saúde não distribuir e permitir o acesso dos brasileiros à vacina do Butantan, São Paulo tem um plano alternativo e eu garanto que os brasileiros de São Paulo serão imunizados com a vacina do Butantan com toda a segurança que ela oferece e com a autorização da Anvisa”, disse o governador.

Doria está alucinado por causa dessa vacina chinesa.

Chega a causar desconfiança a sua atitude.

Inclusive, nesta quinta-feira (22), em função desse comportamento, o governador acabou sendo desmoralizado pelo apresentador José Luiz Datena, durante entrevista “ao vivo”.

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

A Meninice de um Governador Comunista

Por João Bentivi

Na parábola dos talentos, aprendemos que a quem muito é dado, muito será cobrado. Na vida é a mesma coisa. Isso falo em decorrência do episódio triste, protagonizado pelo governador do Maranhão, adentrando nas redes sociais, com acusações torpes e injustas, contra o candidato Eduardo Braide. Na mais rasteira e obtusa análise, se veria que o destempero do governador não foi apropriado.
Quando se compara com a resposta elegante, educada e correta do deputado Braide à cantilena leonina, vê-se a diferença de um jovem deputado estadista, para um governador que teima em ser um jovem ativista de DCE.
De início, o governador informa a sua eficiência governamental por ter feito uma escola, um parque, uma praça, uma unidade de saúde e ter feito o carnaval, festas juninas e o natal. Poderia ter ficado calado, às vezes a inteligência se perfaz em uma boca bem fechada, mas isso não aconteceu.
Muito antes do governador nascer, o Maranhão já se notabilizava por ter um grande carnaval de rua e a mais importante festa junina do mundo. É mais ou menos alguém, hoje, se achar o criador da roda. Aliás, ao se achar o criador do Natal do Maranhão, se o governante não se recorda por motivos ideológicos, essa história de Natal é decorrência do nascimento de um homem chamado Jesus, no ano primeiro da era cristã. Faz tempo e o mundo ainda não conhecia a maldição da foice e do martelo.
Em relação aos feitos no setor saúde, senhor governador, converse com os médicos, faça uma reunião com as entidades médicas. Mas se tiver temor em fazê-lo, poderia conversar com o senhor, mas poderia haver restrições em aprender comigo, então indicaria que conversasse, somente meia hora, com o senhor Ricardo Murad, o melhor secretário de saúde, da história do Maranhão e o senhor aprenderia muito. Creio que o senhor Ricardo Murad nada cobraria pela aula.
Querer associar o nome do deputado Braide com A, B ou C, aqui ou alhures, mostra que o governador está carente de argumentos ou desorientado. É necessário ser um aprendiz de ditador ou um tiranete mirim, para achar que o voto de um parlamentar correto (Braide o é) significa atrelamento ou obediência, e se essa é a prática aqui no Maranhão, é uma distorção imperdoável.
Para o bem da saúde moral do nosso governador, quero discordar da sua afirmação de que uma companhia ruim nos faz bandidos ou coisa semelhante, até por respeito a muito dos meus amigos, um exemplo é definitivo: os amigos e defensores do larápio Lula, são tão ladrões quanto ele? Para o bem de todos, respondo: NÃO. Do mesmo modo que andar com o bispo não faz ninguém de padre.
Mas o governador deveria usar a sua rede social para explicar o porquê de o Maranhão continuar na miséria, após oito anos ininterruptos de comunismo. Uma boa oportunidade. Prestar contas é uma obrigação da democracia, até para comunistas.
Quanto ao deputado Braide, gostaria de orientá-lo a responder essas e outras semelhantes, que certamente virão. Braide, use as palavras de Marco Túlio Cícero, no ano 63 a. C., para Lúcio Sérgio Catilina: Quo usque tandem abutere, Catilina, patientia nostra?
Fonte: Athenas Maranhense

Governo revoga normas trabalhistas e apresenta e Social simplificado

Iniciativa foi batizada de Descomplica Trabalhista

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (22), em solenidade no Palácio do Planalto, um programa para eliminação e simplificação de normas, batizado de Descomplica Trabalhista.

Como primeiras medidas, foram revogadas 48 portarias trabalhistas consideradas obsoletas e foi assinada uma nova norma regulamentadora de saúde e segurança na área rural. Também foi apresentado o eSocial simplificado, com redução nos campos de preenchimento por parte dos empregadores, que têm que prestar informações à Receita Federal sobre funcionários.

“Nós queríamos tirar, como sempre disse o presidente, o estado do cangote das pessoas. Foram 11 ou 12 simplificações na agricultura, sete na infraestrutura, e ele [Bruno Bianco, secretário especial da Previdência e Trabalho] vai anunciar, daqui a duas semanas, 2 mil simplificações”, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Agronegócio

Entre as principais medidas assinadas durante a cerimônia, está a nova redação da Norma Regulamentadora 31 (NR 31), que trata especificamente da saúde e segurança na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura. Segundo o governo, a nova versão foi aprovada em consenso entre trabalhadores e empregadores na Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP).

Um dos pontos mais importantes é o fim da exigência de aplicação de normas urbanas no meio rural sem observância das peculiaridades do setor. Para o governo, esse item gerava uma grande insegurança jurídica e aplicação de multas, além de causar confusão para o produtor rural sobre qual norma ele deveria seguir.

“Será que faz sentido obrigar um proprietário a oferecer instalações permanentes de refeitórios ou de alojamentos, em atividades itinerantes, que muitas vezes são desenvolvidas sobre um cavalo? Isso era exigido, e nós revisamos isso por unanimidade, por consenso, e trouxemos mais segurança também para o empregado. Estamos entregando normas mais racionais, sem complicações e com menos custo para o setor produtivo”, afirmou o secretário Bruno Bianco.

Outra mudança anunciada na cerimônia é a instituição do Sistema Simplificado de Escrituração Digital de Obrigações Previdenciárias, Trabalhistas e Fiscais (e Social simplificado).

De acordo com o governo, as mudanças no leiaute do sistema simplificam o preenchimento e eliminam campos que tomavam desnecessariamente tempo para preenchimento. “O formulário mais leve atende às procedentes reivindicações do setor produtivo do país, sem prejuízo da manutenção de informações importantes para a continuidade das políticas públicas de trabalho e de previdência”, informou o Ministério da Economia, em nota.

Agora, o CPF passará a ser o único número de identificação do trabalhador, dispensando a referência a outros números cadastrais, como, por exemplo, PIS e Pasep. Também foram excluídos os pedidos de informações que já constam nas bases do governo, como é o caso do número de RG e da CNH.

As regras de validação não impedem mais a transmissão de dados, e os impedimentos foram substituídos por avisos, evitando a cobrança de multas por atraso na entrega de informações. As exigências que não estavam previstas em lei também foram retiradas.

Já os módulos de empregador doméstico e microempreendedor individual passaram por transformações de facilitação que incluem a alteração da linguagem, existência de um assistente virtual e lançamento automático do 13º salário. Em agosto, foi lançado o aplicativo do empregador doméstico, que permite a este fechar a folha de pagamento de seu empregado em apenas alguns cliques no próprio smartphone.(ABr)

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Diário do Poder

Virada nos EUA: Trump alcança 52% de aprovação de seu Governo

Virada nos EUA: Trump alcança 52% de aprovação de seu Governo

Donald TrumpDonald Trump

O instituto norte-americano Rasmussen Reports realiza um levantamento diário sobre aprovação e desaprovação do governo do presidente do Estados Unidos, Donaldo Trump. Denominado Daily Presidential Tracking Poll, esse levantamento apontou nesta quinta-feira (22/10) uma virada na avaliação positiva de Donald Trump(1).

O mandatário norte-americano vinha registrando desaprovação diária média nos levantamentos feitos desde o dia 28/09, que havia atingido seu pico positivo de 54% de aprovação no dia 07 de outubro.

No entanto, o último levantamento diário do Rasmussen Reports publicado nesta quinta-feira acaba de apresentar uma virada nesse cenário. Os dados de hoje (22/10) passaram a indicar 52% de aprovação para Trump, contra 48% de desaprovação. Uma diferença positiva de +4% em favor da administração de Donald Trump. Ontem os dados registravam 50% de desaprovação contra 49% de aprovação.

Se for considerada a pior avaliação do mês de Outubro, a diferença migrou de -10% em desfavor de Trump [44% x 54% no dia 07/10] para +4% a favor [52% x 48% no dia de hoje, 22/10]. O que indica uma migração acumulada de 14% em 15 dias.

O método Rasmussen é mais avançado do que as pesquisas tradicionais porque permite menor intervenção humana no processo de coleta telefônica e processamento das informações, e ela afirma ser a única empresa de opinião pública reconhecida nacionalmente que ainda rastreia os índices de aprovação do presidente Trump diariamente (“only nationally recognized public opinion firm that still tracks President Trump’s job approval ratings on a daily basis”).

Os dados para a pesquisa do Rasmussen Reports são coletados usando uma metodologia de votação automatizada. De acordo com a empresa, a pesquisa automatizada é similar às outras pesquisas americanas assistidas por operadores, como Gallup, Harris e Roper.

No entanto, os sistemas de votação automatizada utilizam uma única voz gravada digitalmente para conduzir a entrevista, enquanto as empresas tradicionais contam com bancos de dados telefônicos (contact center) e métodos assistidos por operadores manuais.

Em 2016, em um levantamento feito com 11 institutos de pesquisas, a pesquisa Rasmussen Reports foi a única a indicar antecipadamente a vitória republicana no período anterior à eleição presidencial, conforme registrou o jornal The New York Times em 18/10/2016 (2).

Deve-se observar que o levantamento da Rasmussen Reports não é uma pesquisa eleitoral no sentido usual, mas sim uma avaliação de governo, considerando que os dados de aprovação ou desaprovação de um governante interferem diretamente no processo eleitoral em caso de reeleição.

Referências:

(1) Rasmussen Reports

(2) The New York Times

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Empresários de Santa Maria e Gama se reúnem com o Secretário de Empreendedorismo do DF

Setor produtivo de Santa Maria e Gama se reuniram com o Secretário de Empreendedorismo para resolver a situação de empresas que esperam pela regularização há anos

Frazão (presidente da AMPEC Gama), Demerval (presidente da AMPEC SANTA MARIA) e SAMUKA da (Associação dos Empresários de Santa Maria) em reunião com
o Secretário de Empreendedorismo MAURO ROBERTO DA MATA e o Secretário Adjunto MÁRCIO

No ultimo dia 20, o setor produtivo de Santa Maria e Gama se reuniram com o Secretário de Empreendedorismo MAURO ROBERTO DA MATA e o Secretário Adjunto MÁRCIO, para resolver a situação dos empresários que estão aguardando a regularização há anos no programa de incentivo.

Na reunião Frazão (presidente da AMPEC Gama), Demerval (presidente da AMPEC SANTA MARIA) e SAMUKA da (Associação dos Empresários de Santa Maria) enfatizaram a importância da regularização de muitas empresas no programa de incentivo. Ao receber os representantes da classe empresarial da região, o Secretário Mauro deixou bem claro que a orientação do governador IBANEIS ROCHA, é para resolver a situação dos empresários que estão aguardando regularização.

Finalizando a reunião foi firmado entre ambas as partes que serão entregues os primeiros títulos de implantação após a criação do desenvolve DF na ADE do Gama ainda no início do mês de novembro com data a confirmar.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Jornal O Democrata

O que é o IGP-M – (Índice Geral de Preços do Mercado)

Nesse espaço vamos sempre discutir assuntos relevantes sobre o mercado imobiliário com a intenção de empoderar inquilinos, proprietários e compradores e assim desmistificar e simplificar diversos tópicos importantes para o nosso dia a dia.

E para começar vamos clarear o que é o IGP-M e acabar com a famosa frase ERRADA de que o IGP-M é a inflação do Aluguel.

O IGP-M não é a inflação do aluguel porque não existe na composição de seu valor nada que afere os valores cobrados de aluguel e nem o comportamento (aumento ou diminuição) dos valores cobrados de locação.

Por exemplo, existe na composição do IGP-M uma comparação sobre o preço do cimento. Então se o cimento ficar mais caro o pessoal da FGV vai medir isso e isso vai influenciar no valor do IGP-m.

Então, por que tantos falam erradamente que o IGP-M é a inflação do Aluguel? Porque a discussão entre proprietário e inquilinos sobre o preço do aluguel precisava de alguma organização, ambos precisavam de segurança de que o aluguel não iria ficar defasado e nem que o proprietário poderia aumentar o valor de acordo com sua vontade.

Com base nisso se definiu que o aluguel seria reajustado ano a ano com base no IGP-M, mas poderia ser por qualquer outro índice, por nenhum índice ou por uma taxa pré-fixada.

O problema, na minha modesta opinião, é que o IGP-M por não ter em sua formulação nada relacionado ao aluguel cria grandes distorções para baixo e para cima. Agora mesmo o IGP-M está extremamente elevado e isso vai fazer que os aluguéis que já sobem a mais de 3 anos, subam ainda mais, sem que exista nenhuma razão mercadológica para isso.

Cabo a todos nós que somos clientes do mercado imobiliário de abrirmos a cabeça e discutirmos formas mais adequado de ajustarmos nosso contrato. Por que não, por exemplo, atrelar o reajuste do aluguel a taxa Selic, já que no fundo o aluguel é um investimento financeiro ou então atrelar o reajuste do aluguel ao crescimento do PIB, afinal se o PIB sobre significa que a economia aqueceu e que provavelmente todos estão faturando mais e se ele cai é po que estamos com sérios problemas.

Pablo Bueno – MBA em Marketing corporativo / Atuação em incorporadoras imobiliárias do DF/ Presidente Associação Nacional  Netimóveis – DF

Fote para EGNEWS: Kellen Cristina Rechetelo

Postagem: http://egnews.com.br..

FLGPD é tema de webinar – Lei Geral de Proteção de Dados no setor de infraestrutura

Especialistas e gestores irão debater os impactos dessa Lei no poder público e privado   

 

Criada para trazer maior segurança jurídica à sociedade, a LGPD que foi sancionada em agosto de 2020 estabelece regras para padronizar normas e práticas de proteção aos dados pessoais fornecidos pelos cidadãos, impondo penalidades para o não cumprimento. Desta forma todas as empresas públicas e privadas precisam estar atentas às novas diretrizes da Lei.  Para discutir este tema a Associação Nacional das Empresas de Engenharia Consultiva de Infraestrutura de Transportes – ANETRANS e a ANEOR – Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias irão realizar na próxima quarta (21/10), às 15h30 a Webinar LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) – No setor de Infraestrutura com o tema “Quais os meios legais e tecnológicos para a eficaz aplicação da lei, tanto no setor público quanto no privado”? O evento terá como palestrante Menndel Macedo especialista em Proteção de Dados e Ciberproteção: “Será de grande valia esse webinar, pois certamente o debate foi pensado para que tanto o poder público quanto o privado do setor de infraestrutura possam estar antenados à LGPD, bem como seus impactos financeiros em todo o setor, para que as empresas possam ir se preparando e se adequando o mais rápido possível, subsidiando de informações e conteúdos os tomadores de decisão de todo o setor de infraestrutura” finalizou. E terá como convidados: Marcelo Sampaio, Secretário Executivo do Ministério de Infraestrutura; Leandro Petter, especialista em Inteligência Artificial e Luciana Dutra, Presidente do Conselho Executivo da Associação Nacional das Empresas de Engenharia Consultiva de Infraestrutura de Transportes – ANETRANS.  
O evento será realizado on-line e totalmente gratuito. Para se inscrever acesse o link: https://www.youtube.com/channel/UCC3ERuJz5QLZY5V3ZJPoU7Q 
Fonte para EGNEWS : Kellen Rechetelo