Padrasto é preso acusado de matar enteada com deficiência

O homem foi a última pessoa vista com a vítima, que era assistida pela Apae da cidade de Nortelândia, a 225 km de Cuiabá

REPRODUÇÃO

 

Um homem de 45 anos foi preso nessa terça-feira (23/06) acusado de matar a enteada, uma mulher de 42 anos, que possui deficiência cognitiva e estava desaparecida desde o domingo (21). O caso aconteceu em Nortelândia (225 km de Cuiabá).

Leia a reportagem completa em O Livre, parceiro do Metrópoles.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here