Flordelis convenceu Marzy a não entregá-la à polícia

Agentes tiveram acesso a troca de mensagens entre a parlamentar e a filha adotiva

Flordelis e uma de suas filhas adotivas, Marzy Teixeira da Silva Foto: Reprodução

Novas revelações vão surgindo aos poucos sobre o Caso Flordelis. Agora, a Polícia Civil afirma que a deputada convenceu a filha Marzy a não denunciá-la pelo assassinato do pastor Anderson do Carmo. Os agentes viram uma troca de mensagens via WhatsApp entre a deputada federal e a filha. A conversa aconteceu pelo celular de um outro filho, Adriano dos Santos.

De acordo com a CNN Brasil, que teve acesso aos documentos da investigação, o contato de Marzy estava salvo como Esperança no celular da parlamentar. Os investigadores classificam essa troca de mensagens como “o momento exato em que Marzy foi manipulada emocionalmente, convencida a mudar de opinião, passando a não mais querer entregar Flordelis.”

Num dos trechos da conversa, registrada no dia 6 de agosto de 2019, Marzy pede perdão à mãe, que responde que está orgulhosa pela jovem não ter se vendido ao irmão, o vereador Wagner Pimenta, mais conhecido como Misael.

A polícia está a ponto de concluir que Simone, que também é filha da pastora, teve participação no homicídio. Em uma última mensagem, Flordelis garante que “se Simone for para prisão, ela não vai ficar porque não tem nada que a mantenha presa por muito tempo”.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Pleno.News